Real tem mais de R$ 1 bilhão em caixa para contratar Neymar, afirma jornal

ESPN / SF

Os maus resultados nesta temporada fazem a diretoria do Real se mexer e pensar em possíveis substitutos para Zinedine Zidane e para atletas que devem deixar o time. Ao que tudo indica, o Real Madrid deverá iniciar uma reformulação no próximo mercado de transferências e promete causar impacto através de suas negociações.

Recentemente, rumores sobre a possibilidade do camisa 10 da seleção reforçar o Real Madrid ganharam força em meio à crise do time sob o comando de Zinedine Zidane. Foto: ESPN

De acordo com o diário Marca, são mais de 300 milhões de euros (R$ 1.1 bilhão) para ser gastos em reforços na temporada. Entre os alvos estaria justamente a camisa 10 da seleção brasileira, Neymar. A chegada do atacante brasileiro é tratada como prioridade para o presidente Florentino Pérez, que pretende investir pesado em sua contratação.

Montagem mostra o camisa 10 da seleção brasileira vestindo o uniforme do Real Madrid. Reprodução

A avaliação da diretoria é que o ciclo da atual equipe está chegando ao fim, e que será necessária uma mudança mais profunda no elenco. O ex-Barça é visto como o nome para assumir o posto de principal na ‘revolução madrilenha’, sendo o sucessor natural de Cristiano Ronaldo – que não permanecerá no clube.

Nas últimas temporadas, o clube agiu de forma muito modesta no mercado e não investiu em contratações muito fortes. Uma prova disso é o balanço de 2017, que indicou um superávit de 178 milhões de euros (R$ 698,4 milhões). Estes números dão margem para o Real agir de forma mais agressiva neste momento.

Além disso, também se espera arrecadar uma boa quantidade de dinheiro com as vendas dos atuais jogadores, incluindo nomes como os do trio BBC (Bale, Benzema e Cristiano Ronaldo). Apesar da certeza de que o valor de venda ficará abaixo do gasto, servirá ao menos para amortizar o total investido.

Comentários