Rapaz diz que matou namorado da ex por se sentir ameaçado

Adriano Miranda Ribeiro, 34, confirmou durante depoimento na manhã desta terça-feira (29) ter atirado e matado o vendedor de gado Alcir Schaustz Peres, 37, na madrugada de domingo (27). Ele se apresentou no 2º Distrito Policial de Dourados. O crime ocorreu na rua Maria da Glória, Jardim dos Estados.

Arma utilizada no crime foi entregue à polícia - Foto: Osvaldo Duarte
Arma utilizada no crime foi entregue à polícia – Foto: Osvaldo Duarte

Conforme depoimento do rapaz, ele teve relacionamento por dez meses com a ex-namorada. Pouco antes do fim do namoro, ele começou a receber ligações de número privado no celular alegando que a jovem o deixaria para poder andar de caminhonete.

Ainda segundo Adriano, outras ligações com tons ameaçadores começaram a chegar até ele, porém, o mesmo diz que não sabia de quem era. Mesmo com o fim do relacionamento, o rapaz alegou que continuou a se encontrar com Vanessa r garantiu que não sabia se ela estava saindo com alguém.

Na noite de sábado o acusado teria recebido uma mensagem da jovem com os dizeres ‘me liga’. Como viu o recado horas depois, resolveu ir direto até a casa dela sem telefonar.

Chegando lá, encontrou Vanessa e Alcir dentro da GM S-10 e ao se aproximar, disse que a vítima teria abaixado o vidro e feito menção de pegar algo, quando ele começou a atirar.

Adriano nega ter agredido e tentado matar a ex e disse que comprou o revólver 357 por R$ 2,5 mil após receber as ameaças.

Após depoimento, ele foi liberado e responderá o processo em liberdade. A polícia segue investigando o caso.

Com Infomrações Dourados News

Comentários

comentários