Quatro são mortos entre a noite e a madrugada desta quinta-feira em Campo Grande

Quatro pessoas foram mortas em Campo Grande entre a noite de quarta-feira (17) e a madrugada desta quinta-feira (18). Apenas um suspeito foi preso.

O primeiro homicídio foi por volta das 21h30 (de MS), na avenida Coronel Antonino. Claudinei Seixas, de 27 anos, foi morto por quatro tiros, sendo dois deles na cabeça.

Pouco depois das 00h, o empresário Marcel Costa Hernandes Colombo, de 31 anos, foi atingido por tiros enquanto estava em um bar e morreu no local. Um amigo dele, de 18 anos, foi ferido e está hospitalizado.

Marcel Colombo havia sido preso pela Polícia Federal por suspeita de importação ilegal de mercadorias, em dezembro de 2017, e estava em liberdade desde maio.

Por volta das 3h40 o mecânico Márcio Santiago Para Chama, de 48 anos, foi morto por dois tiros, sendo um no braço esquerdo e outro na região abdominal. Ele tinha passagens por ato obseceno, lesão corporal dolosa e tráfico de drogas.

No início da manhã, às 6h, moradores do Vivendas do Parque encontraram Josinaldo João da Silva, de 44 anos, morto em frente ao barraco onde ele morava. Ele foi atingido por golpes de faca no peito. Um suspeito foi preso.

O pai de Josinaldo, João Oliveira da Silva, disse que o filho era usuário de drogas e tinha recebido ameaças nos últimos dias.

Comentários