Quadrilha é presa suspeita de aplicar R$20 mil em golpes com cartões clonados

Três pessoas foram presas nesta quinta-feira (11), suspeitas de aplicarem golpe de quase R$20 mil com cartões de crédito clonados. Os crimes aconteceram em Campo Grande e em Goiânia (GO).

Conforme informações do delegado Reginaldo Salomão, da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (Derf), na quarta-feira (10). Volnei Paes Junior, 33 anos, foi até uma loja de Campo Grande, onde comprou dois aparelhos de celular Iphone, avaliados em R$8 mil. No momento de efeituar o pagamento, os cartões foram recusados várias vezes. Com um aplicativo de um banco aberto no celular, ele aproximou o aparelho da máquina e a transação foi aceita.

Foto: Kerolyn Araújo
Foto: Kerolyn Araújo

Logo após que Volnei deixou o estabelecimento, Luan Maurício Neponuceno Adorno, 25 anos, e a esposa, Denise Moraes Moura, 26 anos, chegaram ao local e tentaram realizar o mesmo procedimento, mas novamente o cartão foi recusado. Desconfiado de que poderia ser um golpe, o dono do comércio pediu que eles retornassem hoje para terminar a compra.

Na manhã desta quinta-feira, quando chegaram ao local, o dono da loja ligou para a polícia. Uma equipe da Derf foi até o local e realizou a prisão do casal em flagrante. Em seguida, Volnei também foi preso.

Segundo o delegado, o trio faz parte de uma quadrilha especializada em golpes envolvendo cartões de créditos clonados. “Enquanto estávamos interrogando o casal, chegou uma mensagem no WhatsApp de um deles uma mensagem de um dos componentes da outra parte da quadrilha, informando um golpe de R$10 mil na cidade goiana”, contou.

Os dados para a clonagem dos cartões eram obtidas em um site. A polícia está investigando outros golpes da quadrilha.

Comentários

comentários