Puccinelli e filho vão para o presídio ainda hoje

A Polícia Federal informou há pouco que o ex-governador André Puccinelli (MDB) e o filho André Puccinelli Júnior, presos preventivamente na manhã desta sexta-feira (20), em Campo Grande, devem ir ainda hoje para o Centro de Triagem Anízio Lima, localizado no Complexo Penitenciário do Jardim Noroeste. O advogado João Paulo Calves, que também foi alvo da PF, aguarda abertura de vaga em algum presídio.

Advogado de André, Renê Siufi, Foto Silvio Mori

Puccinelli e o filho vão dividir celas com ex-deputado federal Edson Giroto e o cunhado Flávio Schrocchi, o empreiteiro João Amorim e o ex-prefeito de Paranaíba, Beto Mariano, que já estão no Centro de Triagem desde maio passado.

Todos foram detidos no âmbito da Lama Asfáltica, operação da Polícia Federal que investiga esquema de fraude em licitação, superfaturamento de obra, corrupção e lavagem de dinheiro. Tais crimes, segundo a PF, Receita Federal e Controladoria Geral da União foram supostamente praticadas nas duas gestões do ex-governador (2007-2014), que é o pré-candidato ao governo pelo MDB.

De acordo com o advogado de André, Renê Siufi, a prisão havia sido decretada na quarta-feira (18), pelo juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara da Justiça Federal na Capital. Eram dez alvos, mas apenas os três foram presos. Eles foram levados pela manhã ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol), para exame de corpo de delito, e em seguida serão encaminhados à Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen).

Comentários