PTB faz ato de filiação mostrando retorno forte ao cenário em MS

O ex-prefeito Nelson Trad Filho, hoje presidente regional do PTB em Mato Grosso do Sul, realizou na manhã desta sexta-feira (11) em Campo Grande, um encontro em ato de filiações, onde declarou e demonstrou ‘a força’ com que faz ressurgir a agremiação no cenário político do Estado. A ação que contou com a presença da presidente nacional petebista, a deputada federal Cristina Brasil, levou a Câmara de Vereadores, cerca de 300 participantes, que acompanharam a assinatura de filiação de pelo menos 30 nomes de destaque que voltam ou estarão compondo pela primeira vez, a nova fase do PTB em MS. Além dos participantes correligionários, muitas lideranças de diversos partidos participaram do ato, entre eles 15 vereadores da Capital.

Foto Lúcio Borges
Foto Lúcio Borges

A partir de hoje, dentre a força política arregimentada, o PTB ganha e formará a terceira bancada da Câmara da Capital, com quatro vereadores. “Hoje mostramos que o PTB volta a ser grande em MS e ao rol de força máxima política de Campo Grande e em todo Estado. Este ato mostra que além das filiações em si, mostra a que viemos, com a força, o foco e o que pretendemos. Todas as filiações, a estrutura retomada ou montada com os segmentos, mostra ao cenário político de MS, aos nossos aliados ou amigos dos demais partidos, de como ou onde pretendemos chegar”, discursou Nelsinho em um recado as lideranças presentes e externas ao partido.

Nelsinho e Cristina Brasil abonaram as fichas e recepcionaram dentre os principais nomes, o decano vereador Edil Albuquerque, que sai do PMDB; o novato Saci, que entrou na Câmara em 2015, como suplente vindo do PRTB, e Valdecir Chocolate, que saiu do PP. O partido tinha o Engenheiro Edson como membro no Legislativo. Diversos vereadores do interior também desembarcaram no Trabalhismo Brasileiro, como os vereadores Leandro Caramalac, presidente da Câmara de Terenos; Gabriel Gomes de São Gabriel do Oeste; Sebastião Rocha de Corguinho; Luiz Ribeiro de Ribas do Rio Pardo.

As lideranças também introduziram no PTB, como presidente municipal em Campo Grande, Liz Derzi de Matos, que foi do PP e secretária municipal da Mulher. Ela que é esposa de Paulo Matos, também um ex-pepista e desafeto do prefeito Alcides Bernal, assumiu o cargo já com alto teor critico a atual política na Capital e conclamou pela volta de Nelsinho a prefeitura.

“Assumo o PTB CG, com antes de tudo feito um compromisso com um homem -Nelsinho- de história, com trabalhos feitos pela sociedade, e por fim melhor prefeito de Capital. Assumo em momento de crise no Brasil e em especial de CG, pois tivemos um estelionato eleitoral em 2012. Mas nesse momento que temos que ir mais ainda a luta e com união que proporciona este conjunto do PTB. Assim vamos voltar a ter a Morena mais bela do país, pois temos que ter a volta de Nelsinho. Hoje começamos uma grande virada para CG, retomar seu caminho. Para Avante PTB, criarmos um partido forte e representativo elegendo a maior bancada e futuro prefeito da Capital”, discursou Liz.

Lúcio Borges

Comentários

comentários