PT e esquerda dominam Nordeste e elegem maioria no 1º turno

Lúcio Borges

O PT (Partido dos Trabalhadores) que vem perdendo terreno na região da metade Sul do Brasil, mas vinha ampliando participação no Norte e Nordeste do País, ratificou neste domingo (7) a situação do partido, que elegeu todos os candidatos nos Estados. A região nordestina elegeu quase todos os Executivos entre PT e outros membros da chamada esquerda do país com PCdoB e PSB.

O primeiro turno acabou com a eleição de petistas na Bahia, Piaui, Ceará, Rio Grande do Norte e Sergipe. No Maranhão, reelegeu o governador do PCdoB; Paraíba e Pernanmbuco elegeram membros do PSB.

Primeiro turno findou

A Bahia reelegeu Rui Costa (PT) com 75% ante Zé Ronaldo (DEM) com 22%. A apuração chegou a 71% até as 19h25 (horário de MS).

O Ceará reelegeu  Camilo (PT) com 78% contra General Theophilo que obteve 12%. A apuração chegou a 84% até as 19h25 (horário de MS).

No Piaui foi também reeleito Wellinton Dias (PT) com 54% e Dr Pessoa com 21%. A apuração chegou a 87% até as 19h25 (horário de MS).

O Maranhão reelegeu Flávio Dino (PCdoB) com 57% contra a Roseana Sarnei (MDB) que teve 29%. A apuração chegou a 71% até as 19h25 (horário de MS).

A Paraíba elegeu João do PSB com 58% ante Lucélio Cartaxo (PV) com 23%. A apuração chegou a 95% até as 19h25 (horário de MS).

O estado de Pernambuco parecia que teria a segunda etapa, mas acabou não confirmando até os 100% de apuração. O atual governador Paulo Câmara (PSB), se reelegeu com 50,65% ante 36% de Armando Monteiro (PTB). Os demais concorrentes não somaram mais que 50%. A apuração acabou às 21h25 (horário de MS)**.  ** Texto atualizado no horário para ratificar informação da confirmação da reeleição.

Quase foi, mas terá segundo Turno

O Rio Grande do Norte também quase fechou com 45,86% para Fátima Bezerra (PT) contra 32,66% para Carlos Eduardo (PDT). A apuração passou dos 96%  até as 19h25 (horário de MS).

O Sergipe com 96% da urnas apuradas fechou com Belivaldo (PSD) tendo 40,76% e Valadares Filho (PSB) com 21,45%

Sem esquerda na ponta, mas junto com MDB levou

Alagoas, é o único estado da região Nordeste sem a eleição ou segundo turno entre membros da esquerda. Renan Calheiros Filho (MDB) foi reeleito com 78% e Josab Leite teve 20%. A urnas apuradas já são 80% e vantagem é ampla, sendo já considerado eleito.

Contudo, Renan teve apoio e coligou-se com o PT e outros partidos de centro esquerda.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui