PT decide lançar Zeca para disputar prefeitura de Campo Grande

Em reunião realizada na manhã desta segunda-feira (09), no Diretório Regional do PT/MS, as executivas estadual e municipal de Campo Grande, bancadas federal, estadual e municipal da Capital, deliberaram por apresentar um projeto para Campo Grande nas próximas eleições, que será encabeçado pelo ex-governador e deputado federal José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT.

Zeca do PT, no primeiro plano, voltará a disputar a prefeitura da Capital após 20 anos (Foto: Divulgação)
Zeca do PT, no primeiro plano, voltará a disputar a prefeitura da Capital após 20 anos (Foto: Divulgação)

Conforme o presidente regional do partido no estado, o ex-deputado federal Antônio Carlos Biffi, a decisão do PT aconteceu depois que seus dirigentes e lideranças políticas avaliarem que a crise política dos três últimos anos na Capital deixou a população decepcionada.

Biffi disse que, com a deflagração e as investigações das operações Lama Asfáltica e Coffee Break, envolvendo políticos de diversos partidos, e a decepção do campo-grandense com o golpe político ocorrido criou-se condições para um debate sério na Capital, que requer gestor experiente. “O eleitor, frustrado com a mudança pela mudança, quer alguém com capacidade de gestão pública comprovada”, afirmou.

Neste sentido, o PT que já administrou o Estado e já fez boas disputas na Capital decidiu, por unanimidade, apresentar um projeto para Campo Grande. “O nome do companheiro Zeca representa o sentimento do partido e a nossa disposição de se apresentar para a disputa em 2016”, ressaltou o presidente do PT Regional.

Para a presidente do Diretório Municipal de Campo Grande, Maria Rosana Gama, o PT quer construir uma proposta de diálogo com os campo-grandenses, que contemple todos segmentos da sociedade. “ Vamos fortalecer o PT nos bairros e consolidar nosso projeto para Campo Grande”, destacou.

Segundo Biffi, a partir de então o PT passa a construir as condições necessárias para este debate, como a unidade partidária, chapa de vereadores, alianças com outros partidos do campo democrático, envolvimento com outros setores sociais organizados e o programa de governo. “Temos absoluta certeza que mais uma vez vamos empolgar o eleitorado campo-grandense”, declarou.

Após as manifestações de concordância e apoio dos presentes a sua pré-candidatura, Zeca disse estar disposto a assumir a missão. “Como meu nome unifica o PT eu aceito”, declarou o deputado federal ao final da reunião, mas lembrou que ainda deverá tratar o assunto com o senador Delcídio do Amaral.

Comentários

comentários