PSG toma susto, mas vence no Francês com Neymar de ‘maestro’

Lancepress

Paris Saint-Germain’s Brazilian forward Neymar (L) drives the ball followed by Rennes’ Malian defender Hamari Traoreduring the French L1 football match between Rennes and Paris Saint-Germain at the Roazhon Park stadium in Rennes, on September 23, 2018. / AFP PHOTO / JEAN-FRANCOIS MONIER

Apesar de tomar um susto nos primeiros momento de partida, o Paris Saint-Germain conseguiu uma boa vitória fora de casa na manhã deste domingo. Contra o Rennes, o clube da capital francesa venceu por 3 a 1, com gols de Di María, Meunier e Choupo-Moting. Rabiot, contra, marcou para os anfitriões.

SUSTO
Com apenas 10 minutos de jogo, o PSG já ficou atrás do placar. Em escanteio cobrado pela esquerda, Niang desviou de cabeça, a bola carimbou Rabiot e morreu no fundo das redes de Buffon, colocando o Rennes na liderança da partida.

COM MUITA TRANQUILIDADE
Mesmo com a desvantagem, o PSG não se afobou e conseguiu empatar a partida ainda na etapa inicial. Em cruzamento vindo da ponta direita feito por Draxler, Cavani fez o corta-luz e Di María finalizou forte e rasteiro, no canto do goleiro Koubek e equalizou o marcador.

Mesmo sem marcar gols, o brasileiro foi peça-chave do PSG no decorrer da partida. Atuando mais recuado no setor de criação, o camisa 10 distribuiu passes que ocasionaram boas situações de gol.

E foi em um desses passes que gerou o gol da virada dos parisienses. Com uma visão de jogo apurada, Neymar descolou linda enfiada de bola para Meunier, que apareceu sozinho em frente à Koubek. O lateral-direito recebeu e chutou cruzado, sem chances para o goleiro.

APROVEITOU A CHANCE!
Atacante contratado junto ao Stoke City nesta temporada, Choupo-Moting entrou na partida durante o segundo tempo e foi coroado com o gol que fechou a vitória da equipe. Em cruzamento de Meunier, o camaronês dominou e soltou um petardo para dar números finais ao jogo.

CENA MARCANTE!
Ao ser anunciada sua substituição, Neymar estava saindo do gramado quando uma criança invadiu o campo e foi em sua direção. O brasileiro recebeu o jovem torcedor, saiu abraçado com ele e lhe deu sua camisa.

Comentários