PSDB fecha com socialistas e tem PTB com Nelsinho também próximo de aliança

Dr. Livio Viana, durante entrevista ao Página Brazil. (Foto: Paulo Francis)
Dr. Livio Viana, durante entrevista ao Página Brazil. (Foto: Paulo Francis)

O presidente municipal do PSDB de Campo Grande, vereador Lívio Viana, ratificou na manhã desta terça-feira (5) e festeja o apoio fechado do PSB a candidatura de Rose Modesto a prefeitura da Capital. Ele afirma também que já estava sendo encaminhada e agora, a mira principal é conquistar o PTB, presidido pelo ex-prefeito do município, Nelson Trad Filho, que também pretendia voltar a uma candidatura, mas a viabilidade parece se complicar a cada dia. Segundo Lívio, os petebistas estão bem próximo e com participação muito mais efetiva do que a vinda do PMDB para o lado dos tucanos, que já arregimentaram o apoio do PR, PRB, SD e PTdo B.

Contudo, o presidente municipal lembra que as negociações continuam com todos os partidos, sendo conduzidas prioritariamente pelas lideranças estaduais, pois as coligações são pensadas não só para a Capital, mas para serem para todo o Estado, analisando também o que ocorre em nível nacional.

“O governador Reinaldo recebeu a confirmação ontem de mais um apoio a Rose, com o PSB, que faz parte do governo também. Nossas conversas são para viabilizar aliança conjunta para todos ou maior parte dos municípios. As conversas em geral são regionais, pois envolve já outras candidatura para caminharmos como um todo, não aqui só em Campo Grande e ali ser diferente, apesar de ser eleição local. E vamos continuar para atrair o PTB com Nelsinho que já está bem mais próximo que o PMDB, que começamos a conversar como um todo a pouco, apesar de que já havia acontecido contatos com o presidente Junior Mochi”, mencionou Lívio.

O vereador-presidente conta ou aposta que o PTB deve também fechar com os tucanos, apesar das posições da família Trad, e que o PMDB, também deve vir para não ficar sozinho, acreditando na não candidatura do ex-governador Andre Puccinelli. “Eu vejo que o PMDB não vai ter candidatura. André não vai quer e não vejo viabilidade com o Marcio -Fernandes, deputado lançado candidato -. Ele não tem experiência e seria mais viável a aliança. Mas com o PMDB estamos em fase inicial. O PTB que já estamos conversando e Nelsinho tem o irmão Marquinhos que não vai abrir mão e que quer ser prefeito desta vez. Mas, o PTB está mais próximo de nós do que do Marquinhos”, avaliou Lívio.

Nelsinho então candidato do PMDB  a governador em 2014, declarando apoio a Reinaldo no 2º turno
Nelsinho então candidato do PMDB a governador em 2014, declarando apoio a Reinaldo no 2º turno

O PSDB conseguiu fechar ontem, o apoio do PSB a pré-candidata Rose Modesto e já diziam mirar no PTB, conforme o próprio governador do Estado, Reinaldo Azambuja e líder maior dos tucanos, já estava trabalhando. Os tucanos, após levar os quatro partidos como o PR para a coligação, já mantinham conversas com a presidente do PSB em MS, Tereza Cristina, e, também em tentativas do apoio do PTB, presidido pelo ex-prefeito.

“Estamos buscando vários partidos do interesse do PSDB, mostrando que queremos debater projeto e gestão. Tive conversa com o Nelsinho, como ele é presidente do PTB. Na semana passada, conversamos duas vezes e isso é normal, dentro disso estamos vendo a possibilidade de ter uma aliança aqui na prefeitura, mas tudo ainda está sendo conversado”, afirmou Azambuja.

Rose Modesto no lançamento de seu nome no mês passado (Foto: Lúcio Borges)
Rose Modesto no lançamento de seu nome no mês de abril (Foto: Lúcio Borges)

Comentários

comentários