Prorrogado prazo de renegociação da dívida dos agricultores familiares

Agricultura Familiar - Foto Nova FronteiraO prazo para os agricultores familiares inadimplentes com o Crédito Rural serem inscritos na dívida ativa da União foi prorrogado. Com isso, os débitos poderão ser negociados até o dia 31 de dezembro deste ano.

A medida que adia a execução das dívidas pelos bancos vai beneficiar produtores familiares em débito com o Pronaf, Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, da região abrangida pela Sudene, Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste. São contemplados pela medida empreendimentos de quase 2 mil municípios, em 11 estados.

Os devedores beneficiados contraíram operações de crédito rural até o dia 31 de dezembro de 2006. Para regularizarem a situação de inadimplência, os produtores devem procurar o agente financeiro onde formalizaram o contrato de financiamento

Na condição de inadimplente, o agricultor fica impedido de acessar recursos federais e ainda corre o risco de perder o patrimônio dado como garantia.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, atualmente, a maior parte dos alimentos que vai para a mesa dos brasileiros vem da agricultura familiar. Estima-se que cerca de 70% do que é consumido pela nação vêm diretamente desses estabelecimentos agropecuários. A produção também alcança mercados internacionais. Segundo o Ministério, em 2015, os empreendimentos ligados à agricultura familiar exportaram para 55 países, por todo o mundo. (Agência Brasil)

Comentários

comentários