Projetos selecionados da Sejusp recebem recursos da Justiça Federal

A 3ª Vara Federal de Campo Grande destinou R$ 1,48 milhão para a segurança pública, sendo R$ 552.872,81 para quatro projetos selecionados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Os outros recursos são para a Superintendência da Polícia Federal e para o Presídio Federal.

O dinheiro é do Programa de Distribuição de Recursos, destinado ao financiamento de projetos de interesse público ou planos de aplicação desenvolvidos por órgãos públicos e entidades ou instituições públicas, sem fins lucrativos, com finalidade social ou dedicadas a atividades de caráter essencial à segurança pública, à educação ou à saúde.

Em decisão favorável aos projetos selecionados da Sejusp, o juiz federal Bruno Cesar da Cunha Teixeira afirmou que todos os projetos se enquadram nos critérios. “Como sabido, o Estado de Mato Grosso do Sul possui uma extensa área de fronteira, exigindo do poder público um esforço conjunto no combate à criminalidade fronteiriça. Isso é facilmente notado nas ações em curso no Poder Judiciário federal, já que grande parte das prisões em flagrante são realizadas pelas polícias civis, militares e rodoviária”.

Antonio Carlos Videira, secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, declarou que os recursos destinados pela 3ª Vara Federal potencializam os investimentos do Estado e os trabalhos realizados principalmente na faixa e linha de fronteira. “A perícia também foi contemplada com softwares de última geração para acelerar a expedição de laudos periciais decorrentes das prisões realizadas nos últimos meses que aumentaram significativamente com as apreensões de drogas”.

Projetos selecionados

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) está sendo contemplado com recursos para o reaparelhamento do Setor de Inteligência. O valor empenhado neste projeto é de R$ 96.364,72. Já o Batalhão da Polícia Militar Rodoviária contará com R$ 71.290,00 para a aquisição de material de informática.

E a Coordenaria-Geral de Perícias foi contemplada em dois projetos. Um visa a modernização do Parque de Máquinas do Núcleo Pericial, avaliado em R$ 143.846,40. Já o outro é aquisição de equipamento de triagem computacional portáteis no valor de 241.371,69.