Programa Rede Solidária tem módulo de atenção especial à saúde da família

O uso de álcool e entorpecentes ilícitos é um problema de saúde coletiva que desperta atenção. A falta de informação e de dados oficiais em relação a esse problema, especificamente na região do bairro Dom Antônio Barbosa, na Capital, despertou interesse do Governo do Estado por meio da Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) em usar a informação como método preventivo. Nesse sentido, será inaugurado o projeto Rede Solidária – Unidade Ruth Cardoso na próxima sexta-feira (13), com a presença do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso.

10rede

Um dos alicerces do Rede é a atenção especial à família, acreditando que ela tem importante papel social e pode contribuir na prevenção do uso das drogas, na busca de ajuda e no apoio ao tratamento. Com sete módulos de atuação, o projeto busca integrar a família para construção de bases sólidas e de emancipação socioeconômica. Os módulos são: Educação, Cultura e Esporte; Esporte Cidadão; Escola da Família; Saúde e Prevenção; Segurança Cidadã; Voluntariado; Horta Orgânica e Trabalho e Renda.

Para Marina Surubi, 33 anos, mãe de três filhos e moradora da região, o projeto é uma esperança para o futuro das crianças, dos adolescentes e da família em geral. “Fiquei muito feliz, pois agora meus filhos vão ter um lugar para aprenderem a música, informática, e tantos outros cursos que estão disponíveis, e que eu não teria condições de pagar. É uma maneira de ocupar a mente e ter disciplina”, comemora Marina.

Dentre as sete regiões da capital sul-mato-grossense, a região do Dom Antônio Barbosa é a que mais sofre com vulnerabilidade social e violência. De acordo com o Centro de Apoio Psicossocial (Caps), não há um dado oficial para comprovar em números a quantidade de pessoas que são usuárias de substâncias psicossociativas, mas pela demanda de atendimentos, comprova-se a relevância da implantação desse projeto.

Prevenção

Não há no bairro uma Unidade Básica de Saúde (UBS), a mais próxima fica no bairro vizinho Parque do Sol. Sabendo da necessidade de garantir e prevenir a saúde, o Rede vai disponibilizar por meio da implantação de grupos de ajuda e rodas de prevenção e ampliação do conhecimento, temas diversos como: diabetes, hipertensão, álcool e drogas, violência contra a mulher, gravidez na adolescência, entre outros.

Para ocupar o tempo ocioso de crianças e adolescentes, no contraturno escolar, o Rede vai oferecer gratuitamente aulas de música, teatro, dança, capoeira e esportes. Haverá também um módulo diferenciado para adolescentes de 10 a 14 anos, dentro do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).

Serviço – O Programa Rede Solidária – Unidade Ruth Cardoso será lançado nesta sexta-feira, dia 13, às 10h, no Bairro Dom Antônio Barbosa. Toda a comunidade sul-mato-grossense está convidada.

Comentários

comentários