Professores aprovam greve por tempo indeterminado na Capital

Os professores da Reme (Rede Municipal de Ensino) que participaram da assembleia realizada na manhã desta terça-feira (19), na sede do ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais em Educação Pública), votaram pela paralisação prevista para a próxima segunda-feira (25).

Cerca de 800 educadores participaram da reunião. Hoje, a paralisação deixou cerca de 100 mil estudantes sem aulas.
Os professores exigem reajuste salarial de 13,01%, que é o repasse do aumento no piso nacional do magistério, autorizado em janeiro deste ano pelo Ministério da Educação. Com o reajuste, o piso inicial de 20 horas, que é de R$ 1.697, passa para R$ 1.917.

Segundo o presidente do Sindicato, Geraldo Alves Gonçalves, não houve acordo durante as negociações com a Prefeitura.

Comentários

comentários