Professora é brutalmente assassinada a facadas pelo companheiro

Gisyeli Arruda dos Santos de 36 anos, conhecida como “Professara Gisa”, foi brutalmente assassina dentro de sua própria casa, localizada na rua Orion, no bairro Sol Nascente em Naviraí.

Gisyeli Arruda dos Santos de 36 anos, conhecida como “Professara Gisa” (Reprodução/Facebook
Gisyeli Arruda dos Santos de 36 anos, conhecida como “Professara Gisa” (Reprodução/Facebook

 

Segundo o site tanamidianavirai, na manhã deste domingo (7), a Policia Militar de Naviraí, foi acionada pela PM da cidade de Gloria de Dourados, que por volta das 9 horas da manhã, onde um homem informava que teria cometido um assassinato, e que a vitima estaria dentro da residência, informando o endereço da mesma em Naviraí.

Uma guarnição da Polícia Militar foi até o referido endereço onde ao chegarem encontrou a residência com as porta fechada, mais com a chave na fechadura do lado de fora. Os policiai militares passaram a chamar pela moradora do local, porem não tiveram respostas. Ao adentrarem na residência os policiais encontraram a vitima, sobre sua cama, deitada de bruços, toda ensangüentada e coberta por um edredom. O Corpo de Bombeiros chegaram a ser acionados e ao chegaram ao local constataram que Gisyeli já estava sem vida. Ela foi brutalmente assassinada com golpes de faca, sendo que um atingiu seu pescoço quase a degolando.

O suspeito de ser autor do crime seria a pessoa de Antônio Barbosa da Silva, com quem Gisyeli teria um relacionamento, e estaria morando com ela. Testemunhas disseram a polícia, que o casal teria passado parte da noite na casa dos familiares de Gisyeli, e que teriam voltados para a residência por volta das 2h30m. Vizinhos disseram para a polícia que o casal vinha brigando e tendo desentendimentos já ha algum tempo.

A suspeita é que após cometer o crime, Antonio teria fugido em uma moto Honda Biz de cor vermelha placa HTE-8734, pertencente à Gisyeli, e ao chegar à região da cidade de Glória de Dourados ele teria ligado para o numero 190 da Policia Militar, e informado sobre o crime. A Polícia Civil de Naviraí já está trabalhando no caso. Gisyeli deixa um casal de filhos adolescentes.

Comentários

comentários