Professor procurado por suspeita de abuso sexual é preso após ser identificado em missa

A polícia prendeu o professor, de 48 anos, suspeito de importunação sexual contra cinco adolescentes em Ponta Porã (MS). O homem foi detido na noite desta terça-feira (9) após a Delegacia de Atendimento à Mulher de Ponta Porã, receber denúncia de que ele estava participando de uma missa, no Santuário Pai das Misericórdias, em Cachoeira Paulista (SP).

Igreja Católica ganha novo santuário em Cachoeira Paulista, SP — Foto: Divulgação/Canção Nova

“Alguém ligou aqui e disse que viu o professor na missa lá em Cachoeira, com já havia um mandado de prisão em aberto eu comuniquei à polícia de Cachoeira que o prendeu rapidamente”, disse a delegada responsável pelo caso, Marianne Cristine de Souza.

O homem foi levado para cadeia pública de Lorena (SP). A delegada informou que já pediu a transferência dele para Ponta Porã, onde será ouvido.

A prisão do professor foi decretada no dia 26 de julho quando ele passou a ser considerado foragido da Justiça. Segundo as investigações, com a desculpa de ser terapeuta, o suspeito convidada as adolescentes para ir até a casa dele, dizendo que faria massagens com pedras e aproveitava o local para cometer os abusos.

O professor trabalhava em uma escola particular como instrutor de oficinas culturais. A polícia não descarta a possibilidade de outras vítimas. “Eu ouvi uma menina e mãe de outras quatro, outras pessoas serão ouvidas nos próximos dias e orientamos que as vítimas denunciem mesmo sabendo que há resistência para isso”, afirmou a delegada.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui