Professor é esfaqueado na França por homem que invocou Estado Islâmico

Policiais e bombeiros franceses em frente à creche onde um homem encapuzado, que invocou o Estado Islâmico, atacou um professor com uma faca em Aubervilliers, perto de Paris – Foto: Reuters

Um professor foi esfaqueado e atacado hoje (14) com uma tesoura em Aubervillers, nos arredores de Paris, por um homem que invocou o grupo extremista Estado Islâmico, informaram fontes policiais.

O professor – apunhalado na garganta quando se preparava para dar aulas na escola Jean-Perrin Aubervilliers – está fora de perigo, e o autor do ataque fugiu, de acordo com as mesmas fontes policiais.

A agressão ocorreu um mês após os atentados de 13 de novembro em Paris, reivindicados pelo movimento extremista Estado Islâmico. Os ataques resultaram em 130 mortos e cerca de 350 feridos, um dos mais graves ocorridos na França.

Segundo as autoridades, o homem, que estava vestido com uma roupa de pintor gritou “Este é o Daesh, é um aviso”. A frase breve foi relatada por uma testemunha que trabalha dentro da escola.

O agressor fugiu a pé, de acordo com fonte policial. Foi montada uma operação para a captura.

As seções antiterroristas da Procuradoria de Paris e da Brigada criminal estão encarregadas do inquérito, aberto por tentativa de homicídio e relação com atos terroristas.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

comentários