Procon recebe denúncia e posto da Capital é flagrado com 29% de etanol na gasolina

Da Redação/JP

Por meio de denúncia, fiscais do Procon chegaram até um posto de combustível em Campo Grande, nessa terça-feira (3), que estaria com irregularidades na comercialização de seus produtos.

“Em relação ao teor da denúncia, foi realizada a averiguação junto ao responsável pelo local, onde foi constatado o percentual da adição de etanol anidro combustível à gasolina acima do estipulado pela norma vigente que é de 27%, sendo constatado o percentual de 29% na gasolina aditivada”, explicou o superintendente do Procon-MS, Marcelo Salomão.

Na ocasião o posto foi autuado e pode ser multado em até R$ 20 mil. O superintendente lembra ainda que é direito do consumidor, com base na resolução da nº 9 de 2007 da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a fazer o teste de proveta, na qual o posto é obrigado a informar a quantidade de etanol na gasolina.

O Procon-MS disponibiliza ainda o número 151 e o Fale Conosco do site aos consumidores para informações e denúncias.

Comentários