Procon autua Unimed por mau atendimento aos beneficiários

Em atendimento a insistentes reclamações de consumidores, equipe de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão ligado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho realizou averiguação via telefone e site oficial da Unimed Campo Grande MS – Cooperativa de Trabalho Médico, com objetivo de verificar se houve adequação no atendimento, principalmente no que tange à liberação de informações aos usuários e ouvidoria ficando demonstrada a veracidade das denúncias de que na empresa não há a prática desses serviços.

Ficou constatado que é recorrente a ausência de informações pela Unimed, o que se configura em desobediência a legislação vigente, uma vez que está posta de forma taxativa na resolução 323/2013 da Agência Nacional de Saúde que “as operadoras de planos privados de assistência à saúde devem instituir unidade organizacional de ouvidoria, com a atribuição de assegurar a estrita observância das normas legais e regulamentares relativas aos direitos do beneficiário”.

A mesma norma determina, em seu parágrafo primeiro que “as operadoras de planos privados de assistência à saúde devem instituir unidade organizacional de ouvidoria, com a atribuição de assegurar a estrita observância das normas legais e regulamentares relativas aos direitos do beneficiário”, o que inexiste na Unimed Campo Grande, conforme constatado pela equipe do Procon Estadual.

Durante a ação da fiscalização em tentativa de realizar reclamação por telefone, se confirmou a inexistência dessa opção no número oficial da empresa (67- 33892500), aparecendo outras nove opções para diversos tipos de serviços e, por meio de atendente, foi aconselhado a fazer contato por outro número (67 3041 4600) onde, também não foi possível resolver a questão, sendo informado que, para esse problema, a solução seria pelo e-mail ([email protected] .coop.br) ou presencialmente na sede da empresa, à rua Goiás, 695.

Depois de todas iniciativas da fiscalização do Procon Estadual, restou o acesso ao site oficial (www.unimedcg.com.br) no qual, também, as informações acerca das formas de realizar reclamações são insuficientes uma vez que no link da ouvidoria que seria para a opção consta a informação de que “ a Unimed Responde (1ª instância) é um canal de relacionamento com o cliente. Este serviço tem objetivo de receber sua manifestação e agilizar o seu atendimento, aprimorando assim a qualidade dos nossos serviços. Dessa forma, esclarecemos que a sua manifestação será tratada por este canal”. Entretanto, se isenta de receber denúncia sem o protocolo da 1ª instância.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui