Problema com estádio do Palmeiras faria Corinthians deixar a Libertadores

O Palmeiras tem a solidariedade de um arquirrival na briga para jogar no Palestra Itália na Libertadores. Diante das dificuldades impostas pela Conmebol por conta dos naming rights do estádio alviverde, pago para ser chamado de Allianz Parque, Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, cogita até deixar a maior competição da América do Sul.

Allianz Parque, estádio do Palmeiras (Foto: Divulgação)
Allianz Parque, estádio do Palmeiras (Foto: Divulgação)

“Falo por mim, mas, com certeza, o Corinthians abraça a ideia e faz o que tiver de fazer. O Corinthians vai junto com o Palmeiras. Se o Palmeiras falar que não vai disputar, não vamos disputar. O Paulo Nobre (presidente do Palmeiras) sabe que topamos isso”, comentou Andrés Sanchez durante sua participação, nesse domingo, no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta .

O problema está no manual da Conmebol, que proíbe a aparição de patrocinadores diferentes dos que apoiam a Libertadores. O estádio do Corinthians ainda não vendeu seu nome, mas as complicações da Confederação Sul-Americana já irrita Andrés. “O dia que o Corinthians tiver nome lá e a Conmebol falar isso, não joga a Libertadores”, disse o ex-presidente.

“Deus queira que o Palmeiras não ceda jamais. Não pode ceder. É um absurdo, a coisa mais ridícula que tem. Isso não existe, estamos no século XXI. Não é propaganda nova no campo para faturar, é nome do estádio, o nome da minha casa. Não tem cabimento. É a maior besteira do futebol da América do Sul”, prosseguiu.

Não é a primeira vez que Andrés Sanchez ameaça tirar o Corinthians da Libertadores. No fim do ano passado, pouco antes do sorteio da competição, o ex-presidente adotou o mesmo tom para cobrar premiação maior, e a Conmebol acabou cedendo, ampliando os valores cedidos aos clubes.

Agora, a preocupação com naming rights aumenta porque Andrés segue garantindo que o acordo para batizar o estádio de Itaquera está bem perto de sair. “Apesar de não acreditarem, a cada dia que passa estamos mais próximos de anunciar o naming rights. Logo, logo, vamos anunciar um negócio muito bom para o Corinthians”, avisou. (TERRA)

Comentários

comentários