Prisão de Cunha tem repercussão na Câmara e no Senado

A notícia da prisão do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) teve repercussão imediata entre os parlamentares que participavam de sessões nos plenários da Câmara e do Senado nesta quarta-feira (19).

De acordo com o G1, no momento em que se tomou conhecimento da prisão, os deputados discutiam a votação de um requerimento. A notícia interrompeu a discussão, e os parlamentares passaram a se manifestar sobre a prisão.

Adversários de Cunha se manifestaram favoráveis à ordem de prisão, motivada por investigações da Operação Lava Jato. Aliados do peemedebista, ex-presidente da Câmara e que chegou a ser um dos políticos mais poderosos e influentes do Congresso, evitavam comentar o episódio.

Cunha foi preso em Brasília e levado em um avião da Polícia Federal para Curitiba, onde ficará à disposição dos investigadores da Lava e do juiz federal Sérgio Moro, que determinou a prisão preventiva (por tempo indeterminado).

Comentários

comentários