Primeiro escalão da PC-MS sofre alterações em ‘dança’ ou troca de cadeiras

Lúcio Borges

Os comandos ou ‘primeiro escalão’ da PC-MS (Polícia Civil de MS) tiveram alterações, que passam a valer a partir desta segunda-feira, 1º de abril. Não é ‘mentira’, pelo data ‘celebrada’ hoje, mas houve uma ‘dança’ ou troca de cadeiras entre a maioria que já está na DGPC (Departamento Geral da PC-MS). O Delegado-Geral Marcelo Vargas, publicou na edição de hoje do DOE (Diário Oficial do Estado) As mudanças em cargos do primeiro escalão da instituição.

O primeiro ato ou a primeira lista vem com as dispensas assinada por Vargas de toda a direção da DGPC. A colocação vem com as exonerações dos delegados Edilson dos Santos Silva, do departamento de Polícia Especializada; Pedro Espíndola de Camargo, do Departamento de Polícia da Capital; Devair Aparecido Francisco, do Departamento de Inteligência Pessoal; Maria de Lourdes Cano, da Academia de Polícia Civil; Rozeman Geise Rodrigues de Paula, da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Relacionados à Atividade Executiva de Trânsito; Fernando Vila de Paula, da COTRA (Corregedoria de Trânsito do Detran-MS) e, ainda, Fabiano Goes Nagata, da Delegacia Geral da Policia Civil.

Delegado-geral da PCMS, Marcelo Vargas.

Em seguida, o delegado-geral designa Edilson dos Santos Silva para o Departamento de Inteligência Policial; Pedro Camargo para Departamento de Polícia Especializada; Devair Francisco para Academia de Polícia; Maria de Lourdes Cano para Corregedoria de Trânsito e Fabiano Nagata para diretoria do Departamento de Polícia da Capital.

A principio, ficaram de fora, os delegados Rozeman Geise e Fernando Vila de Paula, pois ambos não estão na lista de re-nomeados e trocados de função ou local de direção.