Previsão aponta tempo firme em Buenos Aires durante jogo Argentina e Brasil

Nem Messi, nem Neymar. A ausência do argentino e o retorno do brasileiro estão longe de serem os protagonistas de Argentina e Brasil nesta sexta-feira, às 22h (de Brasília), no Monumental de Nuñez, pelas eliminatórias da Copa.

Monumental de Nuñez alagado após o temporal que castigou Buenos Aires nesta quinta-feira (Foto: AP)
Monumental de Nuñez alagado após o temporal que castigou Buenos Aires nesta quinta-feira (Foto: AP)

O principal personagem do clássico é o tempo. É isso mesmo. Após adiar a partida, a maior preocupação dos organizadores do confronto, das seleções e dos torcedores é se a chuva vai permitir a realização da partida.

Mas se depender do relatório divulgado pelo Serviço Metereológico Nacional da Argentina, o tempo promete estar firme no horário do jogo nesta sexta-feira.

A previsão é de nuvens esparsas e algumas trovoadas, com pequena possibilidade de temporal. No início da madrugada existia a possibilidade de chuvas pela manhã em Buenos Aires. Mas até as 11h30 (de Brasília), a cidade não havia visto uma gota sequer.

– Não tem como não ficar frustrado, ficamos tristes, queríamos jogar logo. Mas sabemos que foi feito o melhor. Vimos algumas fotos e realmente não dava – afirmou Lucas Lima, que seria titular na quinta-feira e não deve perder a condição nesta sexta-feira.

De acordo com o site “Clima Tempo”, nesta sexta-feira, para o horário do jogo, a previsão é de temperatura beirando a casa dos 23º. A umidade relativa do ar é de 63%, indicando uma possibilidade de chuva no período. Na véspera do confronto, o coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, admitiu que a mudança da partida vai atrapalhar a logística da Seleção.

– O adiamento prejudica a logística, como prejudica a Argentina também. Nós temos que nos adaptar, vamos ver como serão os treinamentos, o voo e estou indo para o vestiário para comunicar aos jogadores e readaptar algumas coisas. Mas o jogo contra o Peru está mantido. Nós vamos apenas adaptar um pouco a nossa programação e vamos decidir agora com o Dunga e a comissão técnica no vestiário como fazer – concluiu.

A previsão é que a seleção brasileira deixe Buenos Aires no sábado, por volta das 16h (de Brasília). A delegação seguirá para Salvador, local do confronto contra o Peru, na próxima terça-feira, na Arena Fonte Nova.

 

Comentários

comentários