Presos matam detento e tentam forjar suicídio na Máxima

Foi encontrado morto hoje no presídio de Segurança Máxima na cela 408, o detento Adonias Silveira Felipe,33 anos, oriundo do Instituto Penal de Campo Grande. Ele estava no Presídio de Segurança Máxima desde do dia 13/09/2016 na cela forte.

cela-forte

Adonias respondia pelos crimes de tentativa de homicídio, assalto a Mão armada e tráfico de drogas. O detento foi encontrado com uma corda artesanal enrolada no pescoço, indicando um suposto suicídio.

Entretanto foi descoberto que a cela, 413 serrada, sendo que 9 internos tiveram acesso a cela 408 e o que tudo indica executaram o preso Adonias. Para assassinar o interno, os presos também serraram a cela que dava acesso ao corredor e arrebentaram o cadeado.

Os presos estão com escoriações por passarem por um espaço pequeno, referente ao tamanho da grade. Cerca de cinco presos estão levemente machucados e um precisará de atendimento medico devi o corte ter sido profundo.

Os nove detentos envolvidos na morte de Adonias são: Diogo Alves da Silva; Fernando Benedito Monteiro; Huldson Pereira de Souza; Jaqueson Tales Martins Borges; Nilson Queiroz Santana; Thiago da Silva Firmino Padilha; Waldineiy Gamarra Boabaid da Silva; wellingyon ribeiro da Slva e Wesley Barbosa Lima.

Recentemente, 6 agentes penitenciários foram ameaçados de morte no Presídio de Segurança Máxima, e o ‘livre acesso’ de presos a outros pontos do presídio mostram a falta de segurança no local.

Além disso, foi apurado que as câmeras de segurança não capturaram imagens do local. O corpo de Adonias foi retirado do presídio por volta das 11h30 e o caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Comentários