Presos 15 integrantes de quadrilha suspeita de 10 homicídios, tráfico e extorsão

Quinze pessoas foram presas durante a Operação Libertas, deflagrada nesta terça-feira (8) pela Polícia Civil em conjunto com a Guarda Municipal, no bairro Jardim Independência, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. Durante a ação a Polícia apreendeu seis armas (quatro calibre 12, um revólver 38 e uma espingarda calibre 22 de uso restrito), além de drogas e munições (calibres 22, 38 e 40).

Uma motocicleta CG e um veículo Duster, ambos com alerta de roubo, foram recuperadas. Um adolescente de 16 anos também foi apreendido. A investigação foi conduzida pelo delegado Michel Teixeira de Carvalho, da Delegacia da Polícia Civil de São José dos Pinhais e começou há cerca de três meses, após uma série de registros de boletins de ocorrência por roubo, furto, extorsão, esbulho possessório (quando a propriedade é invadida) e homicídios.

“Ao longo do trabalho de investigação identificamos os integrantes desta quadrilha. Eles agem com extrema violência causando pânico e medo aos moradores do Jardim Independência. Esta operação é uma limpeza no bairro”, disse o delegado.

Grupo foi preso na manhã desta terça-feira em São José dos Pinhais  (Foto: Polícia Civil)
Grupo foi preso na manhã desta terça-feira em São José dos Pinhais (Foto: Polícia Civil)

Durante a investigação, as vítimas relataram o modus operandi da organização criminosa. Os criminosos expulsavam os moradores das casas e os obrigavam até a transferir veículos para a quadrilha. Caso a ordem fosse desobedecida, eles ameaçavam colocar fogo na residência e até mesmo matar os familiares.

A polícia suspeita que a quadrilha seja responsável por pelo menos 10 homicídios, todos no bairro Jardim Independência. Além disso, eles eram responsáveis por pequenos roubos e furtos. Por algumas vezes, a quadrilha avistava o caminhão de mercadorias descarregar a carga nos mercados do bairro e depois realiza o roubo, levando o dinheiro e produtos.

Durante a operação policial, um carro modelo Duster foi recuperado. O proprietário do veículo afirmou à polícia que o Duster tinha sido roubado na última quinta-feira, que tinha pago apenas duas parcelas do financiamento e que o carro ainda não tinha seguro. O automóvel estava no meio de um matagal e foi avistado pela equipe do GOA (Grupamento de Operações Aéreas).

A operação, batizada como Libertas, que significa liberdade em latim, reuniu cerca de 60 policiais. Além do GOA, dos policiais civis da delegacia da cidade e da Guarda Municipal, participaram ainda policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), do Canil da Divisão de Narcóticos (Denarc) e da Delegacia da Mulher. (Com TN Online)

Comentários

comentários