Vídeo: Preso simula suicídio e policiais acreditam em tentativa de fuga em massa

Bolívar Penzo Rocha Neto, 36 anos, preso no 1º Distrito de Polícia Civil de Dourados, quase morreu ao tentar simular um suicídio na cela em que estava da delegacia na tarde de ontem (20). Os policiais acreditam que os presos pretendiam utilizar a simulação de Bolívar para uma fuga em massa.

De acordo com informações do site Dourados News, pPor volta das 13h30 o preso amarrou um laço feito com camiseta na grade da cela em que estava e deixou lá. Mais tarde, duas policiais entraram na carceragem para ir até as mulheres que estão detidas no local e ouviram barulho. Diante disso, desistiram de abrir a cela.

Foto: Osvaldo Duarte
Foto: Osvaldo Duarte

Conforme visualizado por policiais pelas câmeras de segurança, assim que as policiais chegaram, Bolívar enrolou o laço que havia feito no pescoço com a intenção de simular o suicídio. No entanto, ele quase concretizou o ato, pois não conseguia mais se livrar do pano.

Os presos então levantaram Bolívar, conseguindo o tirar o laço do pescoço dele. O Corpo de Bombeiros foi acionado e levou o preso até o Hospital da Vida. Ele chegou a convulsionar, mas foi atendido e passa bem.

Com o apoio da Força Tática do 3º BPM (Batalhão de Polícia Militar), os policiais civis fizeram um pente fino nas celas ainda durante a tarde, no entanto, nada foi encontrado. O 1º DP possui atualmente três celas com 29 presos, sendo três mulheres e 26 homens.

Bolívar estava preso no 1º DP por força de um mandado de prisão expedido pela justiça e cumprido pela polícia. Ele aguardava a transferência para o presídio.

Fonte: Dourados News

Comentários

comentários