Preso em Campo Grande comerciante que matou o tio após cobrança de dívida

Já está preso o comerciante Miguel Arcanjo Camilo Junior, 32 anos, suspeito de matar o próprio tio, Osvaldo Foglia Júnior, de 47 anos, em Campo Grande. Ele foi encontrado pelo Grupo de Operações e Investigações (GOI), em um casa do bairro Chácara Cachoeira, na noite de segunda-feira (22), seis dias após o crime.

Miguel Arcanjo Camilo Junior — Foto: Facebook/Reprodução

A defesa de Miguel Arcanjo havia dito à polícia que ele iria se apresentar, porém, como o acordo não foi cumprido, a prisão preventiva foi pedida e deferida pela Justiça.

Crime
Miguel é o suspeito de matar o tio a tiros de pistola 380 na noite de terça-feira (17), no Jardim São Lourenço, em Campo Grande. Segundo informações do boletim de ocorrência, o crime aconteceu quando a vítima foi cobrar uma dívida feita pelo sobrinho.

De acordo com a Polícia Civil, Osvaldo e o sobrinho teriam contraído uma dívida juntos há dois meses, porém, o rapaz não estaria pagando.

Na tarde do crime, os dois discutiram sobre a dívida e, à noite, Osvaldo foi de carro até o açougue do sobrinho. Ao chegar, foi recebido a tiros. Ele morreu ainda dentro do veículo.

Conforme o delegado Lucas Caires, foram disparados 9 tiros. Alguns atingiram a vítima e o carro dela. O atirador fugiu no veículo dele, um Camaro amarelo, que foi localizado na tarde de quarta-feira (18).

Comentários