Presidiário é executado por pistoleiros em chácara da Fronteira

Área foi isolada para pericia (Foto: Capitan Bado)

Mauri Jorge da Silva Braga, de 32 anos, foi executado a tiros na manhã desta quarta-feira (28), em Ponta Porã, a 330 quilômetros de Campo Grande. Braga cumpria pena no regime semi-aberto e foi morto por dois pistoleiros, na Chácara Rocinha Rancho Grande.

De acordo com informações do site Capitan Bado, a vítima recebeu uma ligação no momento em que foi executado com os disparos de arma de fogo. Os pistoleiros chegaram em uma moto, mataram o ex-detento nos fundos da chácara e tomaram rumo ignorado.

A área do crime foi isolada pela polícia militar até a chegada da perícia. O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã. O homicídio pode estar relacionado a um “acerto de contas”.

 

 

 

 

Comentários