Presidente da Vale, Fabio Schvartsman se afasta do comando da empresa

Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Vale, Fabio Schvartsman, se afastou neste sábado (2) do comando da empresa. O conselho de administração da companhia aprovou o afastamento.

A decisão foi tomada após a força tarefa que investiga o rompimento da barragem de Brumadinho (MG) recomendar o afastamento do executivo e de outros 13 empregados da mineradora.

Em carta endereçada ao Conselho de Administração da Vale, Schvartsman pediu o afastamento temporário das funções “em benefício da continuidade das operações da companhia e do apoio às vítimas e a suas famílias”.

Na carta, o executivo defende sua gestão dizendo que desde o rompimento da barragem de Brumadinho, no dia 25 de janeiro, vem se dedicando a uma apuração independente dos fatos, que fez questão de atender a todas as demandas da imprensa e das autoridades e que procurou transmitir diretamente as vítimas, as suas famílias, à opinião pública, aos acionistas e todos os interlocutores da Vale o compromisso “com a atuação mais adequada e de alto nível possível da companhia, no momento mais grave de sua história”.

O diretor-executivo Eduardo Bartolomeo vai assumir interinamente a presidência da Vale. A empresa disse, em nota, que seu “Conselho de Administração permanece em prontidão, na busca de um relacionamento transparente e produtivo com as autoridades brasileiras visando o esclarecimento dos fatos, a reparação apropriada dos danos e a integridade da empresa e que manterá a sociedade e os mercados informados sobre qualquer fato novo”.

Comentários