Presidente da JBS anuncia investimentos de R$ 1,2 bilhão em MS

Na presença do prefeito Murilo e do governador Reinaldo Azambuja a JBS anunciou na manhã desta terça-feira, dia 1º, o investimentos de R$ 1,201 bilhão em Mato Grosso do Sul, dos quais R$ 560 milhões em Dourados e R$ 570 milhões na região de Dourados. A solenidade ocorreu na sede do Sindicato Rural de Dourados com a presença de outras autoridades, secretários de Estado e prefeitos de toda a região. Os outros R$ 71 milhões serão investidos na produção de aves em Sidrolândia.

Gilberto Tomazoni anunciou o investimento nesta tarde em Dourados. com a presença do governador Reinaldo Azambuja e do prefeito Murilo Zauith
Gilberto Tomazoni anunciou o investimento nesta tarde em Dourados. com a presença do governador Reinaldo Azambuja e do prefeito Murilo Zauith

“A JBS é a maior produtora de carnes do mundo; poderia estar investindo em outro lugar, mas está em Dourados porque aqui estamos virando a página da crise”, disse o prefeito Murilo. “Estamos fazendo a nossa parte e criando o ambiente social para os investimentos. Se você pegar todos os índices econômicos verá que Dourados é uma cidade positiva, sobretudo, na geração de empregos e negócios”, ressaltou na solenidade.

Os R$ 560 milhões investidos em Dourados serão para dobrar a capacidade da unidade da Seara, que atua na produção e processamento integrados de suínos. O abate saltará de 3 mil suínos por dia para 6 mil a partir de dezembro de 2018 quando a nova fabrica entrará em operação. As obras já estão em andamento.

A produção de industrializados saltará de 8 mil toneladas por dia para 33.800. A geração de empregos diretos saltará de 2.450 para 4 mil e a de empregos indiretos de 6.500 para 14.500. O faturamento da unidade as Seara em Dourados saltará de R$ 1,16 bilhão por ano para R$ 2,9 bilhões.

“Muito obrigado pelos investimentos; Dourados agradece”, disse o prefeito Murilo a Gilberto Tomazoni, presidente global de operações da JBS e a Joana Karolesk, presidente da JBS Foods, que estiveram em Dourados para o anúncio dos investimentos.

Murilo também agradeceu ao governador Reinaldo Azambuja. “Reinaldo tem demonstrado compromisso com Dourados, com a região e com Mato Grosso do Sul”, afirmou. Também lembrou que a Prefeitura está fazendo a sua parte no apoio às industrias com a qualificação de pessoas. “No nosso mandato já qualificamos mais de 3 mil trabalhadores”, acrescentou.

Já em Itaporã, a 15 quilômetros de Dourados, serão investidos R$ 490 milhões na produção integrada de perus. O frigorífico que a JBS já tem no local será adaptado para o abate de aves. Serão gerados 1.450 empregos diretos e 4.500 indiretos. A operação começa em janeiro de 2018, com previsão de abate de 30 mil perus por dia (9 mil toneladas de produto pronto). A previsão de faturamento é de R$ 700 milhões por ano.

Em Caarapó serão R$ 80 milhões na ampliação da produção integrada de frango. Com isso a fabrica passará a gerar 550 empregos diretos. Hoje gera 507. A fábrica de Caarapó fica na BR-163, em Nova América, a 30 quilômetros de Dourados.

Os investimentos em Itaporã e Caarapó vão gerar muitos empregos em Dourados e também um grande impulso na economia local. Como cidade polo, parte dos salários recebidos nestas duas cidades são injetados no comércio e serviços de Dourados. Por isso que todos os investimentos realizados na região são contabilizados como de Dourados também.

Gilberto Tomazoni ressaltou que o projeto da produção de perus estava previsto para outro estado, mas devido ao esforço do governador acabou vindo para a região de Dourados. O projeto era disputado pelo Paraná e Rio Grande do Sul. Para trazer os investimentos e garantir a ampliação da fábrica de Dourados o Estado concedeu no geral incentivos fiscais de 90% no ICMS.

“Trocamos impostos por empregos”, disse o governador. As quatro novas plantas industriais vão gerar 3.200 empregos diretos e 12.700 empregos indiretos. “Foi uma luta para trazermos esses investimentos; eu e Jaime [Verruk, secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico] fomos 4 vezes a São Paulo”, lembrou. “É um incentivo que garante também a diversificação da economia e a agregação de valor à produção”, afirmou.

Reinaldo ressaltou ainda que os investimentos garantirão ao Estado a geração de renda para mais 688 produtores integrados, construção de mais de 700 galpões e consumo anual de mais de 700 mil toneladas de milho. “Isso fortalece a economia do Estado; a previsão é de que ao contrário do país, que vai fechar 2015 com o PIB negativo em 3%, o nosso Estado vai ter crescimento de 3%”, diz.

Destacando a solenidade como um momento histórico, o deputado Geraldo Resende disse que Dourados está de parabéns por que a crise econômica passa ao largo da cidade. “Uma empresa como a JBS não vai investir numa cidade que não tem potencial”, afirmou. Destacou ainda o governador Reinado com um facilitador do desenvolvimento do Estado.

O deputado estadual Zé Teixeira também elogiou o desenvolvimento de Dourados. Para ele, Dourados está representando a transformação no cenário nacional num momento em que só se fala de crise. “É um dia histórico”, disse.

Com Informações Dourados Agora

Comentários

comentários