Presidente da Câmara fala de eventual apresentação de pedido de CPI

Mário César explicou os trâmites da eventual abertura de uma comissão processante para analisar se prefeito cometeu improbidade administrativa. – Foto: Câmara Municipal de Campo Grande

Em entrevista por telefone ao programa Tribuna Livre, na manhã desta terça-feira (19), o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, Mário César (PMDB), falou sobre a possibilidade de apresentação, na sessão de hoje na Casa de Leis, de um pedido de instalação de comissão processante que analisará a possibilidade de cassação do mandato do prefeito Gilmar Olarte, sob a alegação de indícios de improbidade administrativa.

O presidente da Câmara explicou que “qualquer cidadão campograndense pode apresentar tal pedido junto à Câmara, desde que juridicamente embasado. No caso da apresentação por parte de um vereador, por uma questão de isenção, o processo que eventualmente for aberto seguirá sem a participação direta do legislador autor da solicitação, nos moldes do que define o decreto legislativo municipal 201”, esclareceu.

A sessão da Câmara Municipal de Campo Grande, em que a oposição ao prefeito Gilmar Olarte pode apresentar o pedido de abertura de uma comissão processante, começa logo mais às 09h.

Silvio Ferreira

Comentários

2 Comentários

  1. Tudo está conforme o planejamento. Essa investigação do GAECO está em condições de ir à mídia desde o ano passado. Por que só agora? Inclusive a maioria dos cidadãos já sabiam. Por que só agora que é divulgado? Para que não haja nova eleição e o Mario Cesar assuma a prefeitura e o PMDB controle a máquina administrativa novamente próximo às eleições 2016. O “Padrinho” comanda o estado ainda.

  2. se estivéssemos num país sério, o prefeito já estaria na cadeia, mas como os vereadores foram e são conivêntes com tudo o que está acontecendo, não vai acontecer nada com a “marionate” que colocaram para dministrar nossa cidade…

Comments are closed.