Presa na Capital dupla que dava golpe em comércio com documentos falsos

A Polícia Civil prendeu, em flagrante, na tarde desta sexta-feira (29), dois homens acusados de comprar cerca R$ 12 mil em materiais de construção e calçados utilizando documento falso. Um deles, João Batista de Araújo, de 47 anos, (que está do lado esquerdo da foto) confessou o crime e tentou se justificar: “Ah, sabe como é, na condição dessa crise”. Além dele, foi preso também Laércio Pereira da Rosa, 57. Já Ducleyto Eugênio Cavalcante, 38, está foragido.

Suspeitos confessaram aplicar golpes em MS (Foto: Graziela Rezende/G1 MS)
Suspeitos confessaram aplicar golpes em MS (Foto: Graziela Rezende/G1 MS)

Segundo o adjunto da 5ª DP da Capital, delegado João Reis Belo, eles utilizavam documento falso e com isso fizeram compras em lojas de materiais de construção, de sapatos, roupas. Assim que a vítima entrou em contato, nós iniciamos a investigação e realizamos o flagrante no banco. Ducleyto , que seria mentor do grupo, está sendo procurado”, afirmou o delegado João Reis Belo, adjunto da 5ª Delegacia de Polícia.

Em duas semanas, eles efetuaram duas compras de R$ 3 mil cada, além de outra de R$ 3,7 mil em uma loja de materiais de construção e outras duas compras de R$ 3 mil cada.

Questionados, os suspeitos confessaram o crime, porém não deram maiores detalhes sobre o que seria feito com a mercadoria.

Laércio Pereira da Silva já possui uma condenação por estelionato, no município de Tatuí (SP), conforme o delegado. “Ele está com um mandado de prisão em aberto por dois anos e sete meses, também pelo mesmo crime. Agora responde novamente por estelionato e uso de documento falso”, comentou João Reis.

Ducleyto está sendo procurado pela polícia. Ele atua como eletricista na cidade, relatou o delegado.

Comentários

comentários