Prefeitura tem que ir sim aos bairros, mas para resolver problemas”, critica Mario Cesar

O presidente da Câmara Municipal, vereador Mario Cesar, criticou a ideia inicial do gabinete itinerante da Prefeitura, intitulado de “Campo Grande em Ação”. Na sessão ordinária desta quarta-feira (15), o parlamentar lamentou a forma como está sendo organizada a iniciativa.

15marioce

“Adianto que não sou contra. Acredito que a Prefeitura tem que ir sim aos bairros, mas para resolver os problemas, e não apenas colher demandas. Esse trabalho já é feito pelos vereadores, pelos conselheiros e líderes comunitários. Na crise em que nos encontramos, o simples deslocamento de secretários para o local já gera custos. Que seja então para tornar realidade as milhares de reivindicações feitas pelos bairros através da Câmara, dos conselhos e de lideranças”, argumenta Mario Cesar.

O vereador reiterou que na atual situação financeira do município não é certo criar mais uma despesa, da forma como está sendo apresentada. “Isso vai onerar ainda mais a máquina pública. Os secretários deviam então é estar acompanhando as Sessões Comunitárias que a Câmara de Vereadores já promove toda quarta-feira, nem que seja ao menos um, para ouvir as reclamações da população. Destaco novamente que os vereadores foram eleitos para isso, para levar essa demanda para a Prefeitura”, afirmou.

Somente no primeiro semestre deste ano foram realizadas 16 sessões comunitárias, em todas as regiões urbanas de Campo Grande, inclusive nos Distritos de Anhanduí e Rochedinho. Até o momento foram apresentadas pelos vereadores, somente no primeiro semestre de 2015, cerca de 8.500 indicações com pedidos de melhoria, além de mais 604 apresentadas por moradores durante as sessões comunitárias.

Comentários

comentários