Prefeitura retoma construção de escola parada há 4 anos

Parada há quatro anos, a construção de uma escola de 14 salas de aula no Bairro Parati foi retomada pela Prefeitura de Campo Grande, que teve de refazer planilhas e ajustar o orçamento original, de pouco mais de R$ 3 milhões, feito em 2013. Com a paralisação, a obra precisou ser reajustada em R$ 872 mil, totalizando, ao término, um custo de R$ 3.872.241,72 .Os custos aumentaram neste período porque o prédio inacabado foi alvo de vândalos, além de ter havido furto de janelas, portas e piso.

Foto: Marlon Ganassin

Os operários da empreiteira responsável pela obra estão concluindo o telhado, após ter feito o forro de toda a cobertura. A próxima etapa será a recolocação de portas e janelas, além da instalação do piso.  A escola de 2.306,46 metros de área construída teve a ordem de execução de serviço publicada no Diário Oficial de 21 de junho de 2013.

O prazo original de execução foi fixado em 270 dias, ou seja, a obra deveria estar pronta desde 2014. O recurso, estimado inicialmente em R$ 3.,098.738,94, foi alocado por meio de compensação paga pela empreiteira responsável por um empreendimento habitacional na região.

Esta será a segunda construção de escola que a atual gestão encontrou parada e que será entregue à comunidade. A primeira, em funcionamento desde o início do ano letivo, foi a Escola Municipal do Bairro Varandas do Campo, que tem o mesmo padrão desta do Parati.

Comentários