Prefeitura lança ‘Setembro inclusivo’ para promover respeito as PCDs

Lúcio Borges

Um mês ‘especial’ em Campo Grande, acontecerá agora em setembro, para promover  ainda mais a inclusão e o respeito as PCDs (Pessoa com Deficiências) pelo município. O setembro é marcado pelo Dia Nacional de luta da pessoa com deficiência, onde assim, será realizado na Capital, todo realiza a campanha “Setembro Inclusivo”, com atividades sendo realizadas pelos órgãos da Prefeitura, tendo a frente a Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos e da Coordenadoria de Apoio à PCDs.

A ação, que foi lançada na manha desta segunda-feira (3), será em ‘campanha’, com objetivo de promover a inclusão e o respeito aos direitos das pessoas com deficiência, buscando seu protagonismo e efetivando as políticas públicas. A campanha contará com a parceria de mais de 20 entidades, entre associações, empresas, instituições e Secretarias que podem, de alguma forma, fortalecer a inclusão da pessoa com deficiência.

Conforme anuncio, foram programadas rodas de conversas, palestras, histórias de superação, nas escolas, universidades e empresas. Como, em lado ainda mais pratico estará ocorrendo Curso de cabeleireiro para 10 pessoas com algum tipo de deficiência e haverá o lançamento do Aplicativo ‘Todos no Ônibus’, desenvolvido para facilitar o deslocamento desse público específico, atendendo neste primeiro momento cerca de 523 pessoas em Campo Grande.

O mês contará ainda com uma intensificação na fiscalização das vagas de estacionamento reservadas às pessoas com deficiência, de responsabilidade da Agetran e será entregue bengalas verde (para pessoas com baixa visão). Há ainda uma promessa de melhorias na acessibilidade, tanto em locais específicos como no transporte público, a cargo da secretaria de Obras e do Consórcio Guaicurus.

Lançamento da Campanha hoje

Hoje, no lançamento da ação a presidente da Associação das Mulheres com Deficiência de Campo Grande, Mirella Ballatore falou da importância do tema e movimentos. “O Brasil tem uma tradição de ter meses temáticos, e o setembro, devido ao 21 de setembro, que é o dia nacional da pessoa com deficiência, ficou instituído Setembro Inclusivo, que é conscientização da população, para que as pessoas nos vejam como cidadãos e que os nossos direitos são iguais, como os de toda a sociedade”, disse.

O prefeito Marquinhos Trad também abordou a importância de defender os direitos das pessoas com deficiência e a luta contra o preconceito. “Pessoa com deficiência na minha opinião é a pessoa que teria todas as condições de locomoção, como a mim, por exemplo, mas que não coloca em prática, a bondade do coração, esse é o maior deficiente. Do que adiante eu ser aparentemente sadio, se eu tenho preconceito, se eu julgo, se eu não tenho compaixão, esse é o verdadeiro deficiente”, disse.

O subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos, Ademar Vieira Junior, disse que é para isso  subsecretaria vem trabalhando. “Nosso objetivo é a defesa dos direitos da pessoa humana. E dentro disso que temos a coordenadoria da pessoa com deficiência, para dar voz a essas pessoas. Temos vários projetos em andamento nas comunidades, nas escolas, levando informações, palestras, para romper tabus, preconceitos, porque o mais importante é o respeito”, afirmou.

O coordenador de Apoio à Pessoa com Deficiência, David Marques se lembrou que há alguns anos as pessoas com deficiência não tinham sequer o direito de participar da sociedade. Hoje, há o Estatuto da Pessoa com Deficiência.

 

“São 127 artigos que fortalecem a Convenção da ONU de 2006, que fez com que o mundo visse e respeitasse a pessoa com deficiência. Observar o passado e valorizar o presente é uma situação que nós temos feito. No passado um cadeirante tinha que se arrastar nos degraus dos ônibus para seguir o seu destino, hoje a Prefeitura está lançando um aplicativo que o motorista vai parar e chamar a pessoa pelo nome. Olha a evolução!”, disse.

Comentários