Prefeitura lança ‘Estação Campo Grande’ para Cultura, lazer e história

Lúcio Borges

A Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo), anunciou um lançamento de novo projeto sócio-cultural para algumas noites de quartas-feira de Campo Grande, a partir desta semana. O ‘Estação Campo Grande’ visa ser uma opção de entretenimento logo no fim do expediente, seguindo pela  noite campo-grandense. O local, na plataforma cultural, no complexo da Orla ferroviária, no centro antigo da cidade, contará com um palco aberto para a comunidade, onde quem quiser poderá apresentar seus talentos e todos, de quebra, contemplar um pôr do sol inigualável da Capital, que se vislumbra na área.

Assim, a Prefeitura, por meio da Sectur, elaborou o projeto Estação Campo Grande, que será a cada quinze dias, nas quartas-feiras, a partir desta semana, na Plataforma Cultural, localizada na Esplanada Ferroviária. A primeira edição do evento, amanhã, dia 31, tem horário de início previsto para as 18 horas, com término às 22 horas.

“O local por si só respira história e, aliado a um sarau, surge como opção para quem valoriza os patrimônios culturais e os talentos da música, dança e também do teatro campo-grandense”, comenta a secretaria da Sectur, Nilde Brum.

Conforme anuncio da Sectur, a intenção é de manter o projeto com apresentações espontâneas, mas haverá agendas previas, como nesta primeira edição do evento, que a programação contará com o coral Fronteiras Abertas da Melhor Idade, com o quinteto da Banda Municipal de Campo Grande e com as serestas do cantor Greg Antunes, responsável por animar as terças-feiras no Cardápio Seresteiro, da Praça dos Imigrantes. “Como ainda, exposição de artesanato e comidas típicas como arroz carreteiro e também um cupim assoleado serão oferecidos na área de gastronomia do Estação Campo Grande”, lembra Nilde.

Homenagem: Sala de arte e artesanato “Lucila de Araujo”

Na abertura do Estação Campo Grande haverá o descerramento da placa que batizará a sala de arte e artesanato da Plataforma com o nome da servidora Lucila de Araujo Pereira, que por longos anos fez da sala seu lar com obras de arte, poesias, artesanato e mosaico.

A servidora faleceu no início do ano passado mas, em virtude de sua dedicação e talento, moveu a Câmara Municipal de Campo Grande para receber a homenagem por meio de projeto de Lei, aprovado por unanimidade entre os parlamentares da Capital.

Serviço

O Projeto Estação Campo Grande, que terá  lançamento neste dia  31/10/2018, programado para iniciar as 18 horas, será na Plataforma Cultural. O local fica na Esplanada Ferroviária, na Avenida Calógeras, esquina com Avenida Mato Grosso, e que segue até a  mais conhecida Feira Central da Capital.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui