Prefeitura e Santa Casa acertam contrato temporário

O contrato provisório da prefeitura de Campo Grande com a Santa Casa assinado nesta terça-feira (12) garantiu a retomada do atendimento ambulatorial de média complexidade. Mas o repasse de R$ 3 milhões será feito em junho. O contrato termina no dia 31 de maio.

Foto:Denílson Secreta
Foto:Denílson Secreta

O contrato definitivo será negociado no fim do mês, quando uma comissão mista – formada por representantes da prefeitura e Estado – finalizar raio-x das contas da Santa Casa. “Vamos avaliar quais serviços devem permanecer, ser ampliados e substituídos. A partir disso vamos buscar entendimento para o próximo contrato”, informou o secretário de Saúde, Jamal Salém.

Apesar da negociação, o presidente da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG), Wilson Teslenco, não se deu por satisfeito. “O hospital precisa de R$ 4 milhões mensais para operar com condições mínimas . […] Espero que não corra risco de ter atendimento suspenso”, declarou.

O novo contrato temporário incorpora termos acordados na quinta-feira passada, na Assembleia legislativa, que são os seguintes: será empenhado esforços para que o contrato definitivo seja de 5 anos; tenha reajuste anual e contemple solução das dívidas do município com a Santa Casa -que é de R$ 13.328.415,55.

Comentários

comentários