Prefeito diz que caminho adotado pela diretoria da Santa Casa é desumano

Michael Franco

O prefeito de Campo Grande Marcos Trad (PSD) concedeu entrevista ao Página Brazil após participar do Programa Tribuna Livre da rádio Capital 95 FM na manhã desta terça-feira (8). Ele falou principalmente do atual impasse nos atendimentos da Santa Casa da capital, que segundo o prefeito, “fechou as portas” para quem necessita de atendimento em decorrência da falta de recursos. “Os diretores da santa casa, inconformados, se sentiram na opção de pressionar os órgãos federal, estadual e municipal, fechando a porta que dá entrada ao Pronto Socorro”.

Trad afirmou que a prefeitura encaminha uma documentação para o Ministério Público Federal para buscar uma eventual intervenção na gestão do hospital. O prefeito declarou também que a prefeitura assumirá a direção da Santa Casa caso seja necessário. “Se a Santa casa não sabe conviver com crises econômicas, se é que está passando por crise, porque até agora suas contas não foram auditadas, eles que passem a gestão para outras pessoas”.

Veja a entrevista exclusiva:

“eRROU AO MEU VER A DIRETORIA E A PRESIDÊNCIA DA SANTA CASA”

O presidente da Santa Casa de Campo Grande também concedeu entrevista ao Página Brazil na manhã desta segunda-feira e falou sobre a situação do hospital. De acordo com Nascimento o efetivo controle na entrada de pacientes no hospital aconteceu em decorrência da superlotação do hospital e que tudo ocorreu em conjunto com outros órgãos. “Foi necessário tecnicamente em conjunto com o setor de regulação do município, com  o Conselho Regional de Medicina presente e com nossa diretoria técnica, impor um limite à entrada de pacientes”.

Confira a entrevista com o presidente da Santa Casa Esacheu Nascimento:

Comentários