Prefeito de Coxim expressou sentimento comum nos municípios de MS

Além de um pacto federativo que viabilize à saúde financeira dos municípios, o prefeito de Coxim defendeu que a Justiça puna os responsáveis pelos escândalos de corrupção que colocaram o país na atual crise – Foto: Silvio Ferreira

Um dos prefeitos a falar durante a reunião de administradores municipais promovida pela Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul, o prefeito de Coxim, Aluizio São José (PSB), fez um diagnóstico de um dos fatores que levaram os municípios a enfrentarem a crise atual:

“Quando o governo federal desonerou de IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) alguns ‘sonhos’ da classe média, para fomentar artificialmente os índices de crescimento da economia brasileira, atingiu diretamente uma das principais fontes de recursos do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).” Essa prática – populista e eleitoreira -, teria sido “o início do desenho da crise vivida hoje pelos municípios”.

Durante sua fala, o prefeito de Coxim pediu o esforço da bancada federal para “a busca de um pacto federativo que ajude a por fim à crise financeira enfrentada pelos municípios e – paralelamente – pediu o esforço dos parlamentares para a responsabilização dos integrantes do governo federal e demais envolvidos nos escândalos de corrupção no país.

“Que se comprove à inocência ou a responsabilidade criminal de quem gerou essa crise econômica e política, que parece não ter fim”, finalizou.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários