Prefeito de Corumbá não resiste e morre após procedimento cirúrgico na Capital

Da Redação/JN

O prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira, de 53 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (1), após passar por procedimento cirúrgico, na manhã de terça-feira (31) em Campo Grande.

Ruiter Cunha é eleito prefeito de Corumbá, MS (Foto: Reprodução/TV Morena)

Ruiter se recuperava de uma cirurgia de emergência por causa de uma dissecção aguda da aorta, mas não resistiu ao pós-operatório.

Ruiter teve infarto na manhã de segunda-feira (30). Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, levado ao hospital e depois transferido em avião de pequeno porte para Campo Grande, onde passou por exames de tomografia e procedimento de hemodinâmica para avaliar as artérias coronárias.

Na viagem de Corumbá para Campo Grande, Ruiter veio acompanhado do secretário municipal de saúde, Rogério Leite, e do procurador do município, José Amorim. A primeira-dama e secretária especial de Cidadania e Direitos Humanos, Beatriz Cavassa de Oliveira, veio para a Capital de carro, para acompanhar o atendimento ao marido.

Este era o primeiro ano da terceira gestão do prefeito. Ele deixou esposa e dois filhos. O vice-prefeito, Marcelo Iunes (PTB) deve assumir a prefeitura nos próximos dias.

Comentários