Precoce MS já pagou R$ 44,9 milhões a produtores rurais cadastrados

Da Redação

Divulgação

Produtores rurais cadastrados no programa Precoce MS já receberam R$ 44,9 milhões em incentivos do Governo do Estado de janeiro a novembro deste ano, conforme relatório da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

“O produtor rural que adere ao Precoce MS deve adotar boas práticas de manejo e sustentabilidade para garantir o encadeamento produtivo da carne e a qualidade do produto. Quem se enquadra nessas exigências do programa têm desconto no recolhimento do ICMS, que pode chegar a até 67%. Esse incentivo é uma forma de remuneração maior para o produtor, que já obtém uma rentabilidade maior por oferecer um produto diferenciado e mais competitivo no mercado”, lembra o secretário Jaime Verruck, da Semagro.
O Precoce MS foi restruturado pela Semagro e lançado pelo governador Reinaldo Azambuja em abril de 2017. “Nós assumimos o compromisso de aumentar a competitividade da cadeia produtiva da pecuária sul-mato-grossense e, para isso, entendíamos que era necessário criar um programa específico voltado à qualidade da carne e para a sustentabilidade, com um adicional de rentabilidade para o produtor. Em 2017, a meta do Governo do Estado era de abater 100 mil animais por meio do Precoce MS e hoje já chegamos a quase 2 milhões de animais abatidos”, lembra o secretário.
Desde a reestruturação do programa, já foram abatidos 1.915.912 animais e pagos R$ 100.024.095,84 em incentivos por 1.590.442 animais que se enquadravam como precoces (média de 83,01%). Atualmente, o Precoce MS conta com 2015 produtores cadastrados, 723 profissionais e técnicos devidamente capacitados pela Semagro, CRMV-MS e Embrapa e 17 frigoríficos habilitados (com outros 5 em processo de habilitação).
“No mercado da carne temos uma procura muito grande pela carne do Precoce MS e a tendência é aumentar. Nossa ideia, com a implantação de uma política pública, é a de trazer o maior número possível de produtores para o Programa. Já temos 2 mil produtores cadastrados e nossa meta, para um ganho de longo prazo, é que todos passem a aplicar as boas práticas de produção e se credenciem para usufruir dos benefícios do programa”, finalizou o secretário Jaime Verruck.

Comentários