PR oficializa apoio a Rose e indica nome para vice

O PR e PSDB afinam os discursos em torno da composição de uma chapa majoritária que tenha a vice-governadora Rose Modesto (PSDB) como candidata à prefeitura de Campo Grande e o ex-superintendente do Sebrae-MS, Cláudio Mendonça (PR), como vice.

PR

Em solenidade no Hotel Grande Park, na tarde destq quinta-feira (23), o Partido Republicano lançou seu projeto de pré-campanha e oficializou o Rose Modesto. É a primeira aliança formal entre siglas partidárias que está garantida.

O presidente regional do PR, ex-deputado estadual Londres Machado, mobilizou as lideranças municipais e regionais e militantes para mostrar a força do partido com vistas às eleições municipais de outubro.

Rose destaca que a parceria auxilia na aproximação do setor produtivo de Mato Grosso do Sul, apesar de não garantir a definição de Mendonça ao seu lado no pleito. “Cláudio é um ótimo quadro, demonstra experiência na área de gestão de empresas e o apoio do PR é importante, traz o apoio da indústria, do agronegócio, do setor produtivo”, declarou.

Na mesma linha, o governador Reinaldo Azambuja destacou que “o apoio do PR demonstra que a candidatura do PSDB é sólida”. Porém também manteve o mistério e disse que outras siglas devem participar da escolha do candidato a vice-prefeito. “Claudio é um bom nome, mas o candidato vai ser escolhido dentro do conselho político formado por representantes de todos os partidos políticos aliados ao governo”.

Reinaldo, Rose e Cláudio Mendonça posam para fotografia (Foto: Chico Ribeiro )
Reinaldo, Rose e Cláudio Mendonça posam para fotografia (Foto: Chico Ribeiro )

O Partido Republicano, que conta com os deputados estaduais Paulo Corrêa e Grazielle Machado, aproveitou a oportunidade e lançou o programa ‘Choque de Gestão’, que reflete os ideais do partido, mais voltado para um modelo econômico baseado em parcerias com o setor privado.

Além da Capital, PR e PSDB devem caminhar unidos em vários municípios do Estado, mas o confronto será inevitável onde não houver acordo, como em Dourados, segundo maior colégio eleitoral do Estado.

Lá, devem se enfrentar o deputado federal Geraldo Resende (PSDB) e a vereadora Délia Razuk (PR).

Comentários

comentários