Por unanimidade, professores rejeitam proposta e greve da REME continua

Foi rejeitada por unanimidade entre os professores a proposta apresentada pela prefeitura de Campo Grande, durante reunião realizada na manhã de  hoje (05), entre o prefeito Gilmar Olarte(PP), o presidente da Câmara de Vereadores, Mário César(PMDB), uma comissão de vereadores e representantes da ACP(Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais de Educação Pública).

Foto Paulo Francis
Foto Paulo Francis

Segundo o presidente da ACP, Geraldo Alves Gonçalves, após 16 reuniões com a comissão de negociação o prefeito compareceu somente desta vez, na qual foi discutido o cumprimento da Lei 5.411, mas o chefe do Executivo, segundo ele, não apresentou proposta aceitável. “Ele apresenta uma proposta par sentarmos no dia 1° de setembro para discutir, mas isso não é proposta e por unanimidade rejeitamos”, conta.

Geraldo afirma que esta mantido o movimento de greve que se estende há 73 dias e tem adesão de mais de 50% das escolas da Capital. “Até o momento avalio que a greve tem surtido bons resultados, porém se todas as escolas estivessem aderido a greve o prefeito já teria tomado juízo e cumprido a lei, já que as escolas que estão funcionando de forma parcial, são somente para segurar os alunos, visto que não está havendo um ensino de qualidade”, afirma.

O prefeito Gilmar Olarte havia se justificado apresentando os números e as razões para que o reajuste à categoria seja de 8%, e em setembro seria feita nova avaliação das receitas do município, o que pode permitir nova proposta, sem condicionar o índice que a legislação prevê para o pagamento de salários. “Estamos em uma situação externa que não permite conceder o reajuste que os professores merecem. Já cortamos receitas, fizemos demissões, mas ainda precisamos cumprir o que a Lei de Responsabilidade Fiscal prevê”, explica .

Foto Paulo Francis
Foto Paulo Francis

Para amanhã(06), está previsto a partir das 8h30min concentração dos professores na Câmara de Vereadores, e no período da tarde, a partir das 14h, panfletagem na região central. Na sexta-feira(07), ás 8h está programada assembleia geral no auditório da ACP, e caminhada do comércio, a partir das 14h.

Paulo Francis

 

Comentários

comentários