Policial morre ao colidir contra lombada eletrônica durante perseguição a motociclista

Policial Militar do Grupo Especializado Tático Motorizado (Getam) morreu no início da noite deste domingo (02) em Dourados. Na companhia de colegas, ele fazia perseguição quando foi ‘fechado’ pela motocicleta do fugitivo, bateu no meio fio e em seguida se chocou contra um poste.

Moto do policial destruída com o impacto Foto: Lente Nervosa/O Vigilante
Moto do policial destruída com o impacto
Foto: Lente Nervosa/O Vigilante

Conforme ocorrência, o policial César Augusto Corvalan Machado, 26 anos, seguia em sua moto na companhia de mais dois colegas pela rua Joaquim Teixeira Alves, centro. Próximo a uma conveniência, cruzamento com a rua Benjamin Constant, se depararam com Fábio Custodeo, 28 anos, que empinava uma moto Kawasaki 750 cc.

Os policiais deram ordem de parada, porém, Fábio empreendeu fuga. De acordo com a ocorrência, o fugitivo desrespeitou placas de sinalização e após cerca de 5km de perseguição, os policiais se aproximaram de Fábio.

Na rua Coronel Ponciano, próximo a uma lombada eletrônica, ao lado do cemitério municipal, Fabio teria ‘fechado’ a motocicleta do policial César Augusto, que bateu contra o meio-fio e em seguida foi lançado contra um poste.

Morador da Capital, Corvalan que é formado na última turma da PM tentava uma transferência para Campo Grande; (Arquivo pessoal)
Morador da Capital, Corvalan que é formado na última turma da PM tentava uma transferência para Campo Grande; (Arquivo pessoal)

Com o impacto, o policial ficou bastante ferido, sendo encaminhado pelo Samu em estado grave ao hospital. Fábio também caiu da moto, teve ferimentos leves, sendo detido pelos demais policiais do Getam.

Durante confecção do boletim de ocorrência na delegacia, os policiais receberam a informação que César Augusto morreu. Ele é de Campo Grande e ingressou na Polícia Militar ano passado.

De acordo com a polícia, Fábio é de Naviraí, trabalha na duplicação da BR-163 e mora temporariamente em Dourados no Canaã IV com demais colegas de sua cidade, todos funcionários da empresa responsável pela duplicação.

Fábio Custodeo foi preso em flagrante acusado de homicídio.

Comentários

comentários