Policiais ameaçam entregar chaves de carceragens em MS

O Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (Sinpol) antecipa o caos no sistema prisional em Mato Grosso do Sul. Segundo a entidade, carcereiros de todas as delegacias do estado podem entregar as chaves das celas por falta de segurança. A gota d´ água foi a morte do investigador Anderson Garcia da Costa, na delegacia de Pedro Gomes, que fica a 335 quilômetros de Chapadão do Sul.

Caos em delegacia de Chapadão
Caos em delegacia de Chapadão

De acordo com o vice-presidente do Sinpol, Paulo José dos Santos Queiroz, a categoria aguarda assembleia que ocorre na manhã de hoje, para tomarem alguma decisão.

Segundo ele, policiais de Costa Rica, Sonora, Camapuã, Paranaíba, Campo Grande estariam dispostos a entregar as chaves, já que passaram no concurso para ser policial não carcereiro. Foi que fizeram os agentes de Chapadão do Sul, na quarta-feira. Segundo o Sinpol, ele colocaram as chaves da carceragem na mesa do delegado e se recusam a cuidar dos presos.

O Sinpol-MS afirma que tem trabalhado para mudar a realidade das delegacias de todo Mato Grosso do Sul, pois não concorda com a falta de estrutura, insegurança e desvio de função no local de trabalho a que seus companheiros são submetidos.

No caso de Chapadão do Sul, o Sindicato solicitou em junho à Delegacia-Geral de Polícia Civil, ao Ministério Público, a Defensoria Pública a interdição das celas.

Comentários

comentários