Polícia volta a utilizar bombas de gás para dispersar estudantes de bar próximo a UFMS

Três viaturas da Polícia Militar e duas do Batalhão de Choque usaram gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral na noite de ontem (12), por volta das 23h, para dispersar dezenas de pessoas que estavam impedindo o fluxo de veículos em frente ao Escobar, bar localizado na rua Montese, próximo a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), na Vila Olinda, em Campo Grande.

 Viaturas da Polícia Militar próximo ao Escobar na noite de ontem

Viaturas da Polícia Militar próximo ao Escobar na noite de ontem

Segundo moradores da região que preferem não se identificar, os frequentadores dos bares da região ocupam as ruas, dificultando a passagem de veículos, o que gerou denúncia na polícia.

De acordo com a PM, várias notificações de trânsito foram aplicadas e o local foi desocupado depois de 30 minutos.

Essa não é a primeira vez que ações como esta são realizadas no local. Em março, vizinhos reclamaram do tumulto na rua. Na ocasião, uma pessoa foi presa e uma viatura da polícia ficou depredada.

No local, em dezembro do ano passado também houve conflito entre jovens e a polícia.

Na ocasião, grupo se recusou a desobstruir a rua e os policiais utilizaram spray de pimenta e granada de luz e som. Dois jovens acabaram detidos por desacato.

Comentários

comentários