Polícia procura homem acusado de matar a ex-mulher e fugir com as duas filhas após o crime

Segundo a Polícia Civil, Arabel estava sob medida protetiva, o que impedia o ex-marido de se aproximar dela
Segundo a Polícia Civil, Arabel estava sob medida protetiva, o que impedia o ex-marido de se aproximar dela

A Polícia Civil do Paraná está em busca de um homem acusado de matar a ex-mulher e fugir com as duas filhas após o crime no município de São José dos Pinhais, no Paraná. Segundo informações da Delegacia da Mulher e do Adolescente (DMA) da cidade, responsável pelas investigações, Marins Hernandes, de 39 anos, assassinou a golpes de machado Arabel Simone de Freitas, de 45 anos, na casa da mulher, localizada no bairro do Braga. Segundo a polícia, o crime ocorreu por volta das 22h da última quarta-feira. Em seguida, o suspeito fugiu com as duas filhas do casal, de cinco e seis anos.

Marins Hernandes fugiu pouco antes das duas filhas serem encontradas
Marins Hernandes fugiu pouco antes das duas filhas serem encontradas Foto: Reprodução / Facebook

As meninas foram encontradas no dia seguinte por agentes da Guarda Municipal na casa de um tio de Marins, no bairro Borda do Campo. No entanto, no momento em que os agentes chegaram, o suspeito já havia fugido. Arabel foi encontrada morta em casa pela filha e por um vizinho, que acionaram a Polícia Militar. Segundo Arthur Atolini, superintendente da DMA, a vítima estava separada do ex-marido há cerca de 15 dias, e as motivações para o crime ainda estão sendo investigadas. Além disso, informou que a Justiça havia concedido recentemente uma medida protetiva à mulher por conta do comportamento agressivo de Marins. Segundo Atolini, o homem foi indiciado por homicídio qualificado.

Familiares fizeram campanhas nas redes sociais para encontrar meninas

Nas redes sociais, parentes das duas meninas chegaram a fazer uma campanha para localizá-las. No dia 25 de junho, uma das filhas de Arabel publicou uma foto das irmãs e avisou que estavam desaparecidas. “Por favor ajudem. Se alguém viu minhas irmãs, por favor, chamem a polícia porque o pai delas matou minha mãe e sequestrou elas! Nesse momento a única coisa que importa é encontrá-las bem!”, dizia um trecho da mensagem, que teve mais de 36 mil compartilhamentos.

Familiares fizeram campanha nas redes sociais para encontras as duas crianças
Familiares fizeram campanha nas redes sociais para encontras as duas crianças Foto: Reprodução / Facebook

Mais tarde, publicou uma outra mensagem: “Que Deus me ajude e me dê forças para encontrar vocês, minhas princesas! Deus é Pai e agora ele está cuidando de vocês, e daqui a pouco vocês estarão aqui comigo e protegidas!”, escreveu a mulher.

EXTRA

Comentários

comentários