Polícia prende três integrantes de quadrilha após arrastão em comércios na Capital

Fernando Henrique da Silva Chuvas, de 25 anos, Valdir de Souza de Oliveira, de 30 anos, e Roberto Ferrarezi Miyasato, de 41 anos, foram presos suspeitos de assaltar uma padaria no bairro São Bento e uma farmácia na Vila Nasser na manhã de domingo (3), em Campo Grande.

Valdir, Roberto e Fernando foram presos (Foto: Divulgação)
Valdir, Roberto e Fernando foram presos (Foto: Divulgação)

Segundo o Batalhão de Choque da Polícia Militar, eles foram presos depois que o carro usado na fuga, um Corolla de cor cinza placas MPT-7020 de Campo Grande (MS), foi encontrado na região central com ajuda de uma das vítimas, que anotou a placa do veículo e repassou a informação para a polícia.

Segundo a polícia, eles são suspeitos de 10 roubos, no interior e na capital, em poucos dias. Nos celulares dos suspeitos, a polícia encontrou fotos de casas que o trio planejava assaltar.

O proprietário do carro, Fernando Henrique, conduzia o veículo quando foi abordado pela polícia. Ele estava com uma jovem. Em seguida, equipes da Força Tática da 5ª Companhia Independente da PM e do Serviço de Investigação Geral da Polícia Civil (SIG) começaram uma operação em busca dos outros suspeitos.

Um deles, Roberto, foi preso apontado como responsável por guardar e vender os objetos roubados nos dois assaltos. Ele estava com mandado de prisão em aberto por evasão da Colônia Penal. Na casa dele, a polícia apreendeu um computador, um monitor, um faqueiro de 134 peças e um isqueiro.

O dono do Corolla ainda indicou o possível local de outros dois comparsas, um deles não foi encontrado e Valdir, foi encontrado na Colônia Penal, onde cumpre pena. Conforme o mais novo, o trio decidiu roubar comércios na manhã de domingo e escolheu a padaria no bairro São bento como primeiro local, porque tinham informações privilegiadas de que naquele horário teria a quantia de R$ 45 mil no estabelecimento. A informação teria sido repassada ao suspeitos por um funcionário de um açougue próximo, conhecido como ‘Gordinho’.

Os três assaltantes invadiram a padaria, renderam clientes e funcionários e levaram R$ 200 em dinheiro que estava no caixa, além de celulares. Cerca de uma hora depois, eles assaltaram a farmácia na Vila Nasser, mas só dois deles desceram no local, enquanto o dono do Corolla ficou responsável por dar fuga. Os três confessram os crimes e foram levados para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro, onde foram indiciados por roubo, associação criminosa e receptação dolosa.

Comentários

comentários