Polícia prende traficantes com mais de 200 kg de maconha; um deles foi baleado

Dois traficantes foram presos ontem (31), com aproximadamente 230 quilos de maconha na BR-163, em Campo Grande. Um deles acabou baleado e está internado na Santa Casa.

De acordo com informações do delegado João Paulo Sartori, da Delegacia Especializada em Repressão ao Narcotráfico (Denar), a polícia chegou até a dupla por meio de denúncia. “Ficamos sabendo que eles retornariam de Ponta Porã com a droga e fizemos o flagrante na BR-163”, explicou. A operação para prender os traficantes teve apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ben Hur já havia sido preso por tráfico de drogas. Foto: Ivan Silva
Ben Hur já havia sido preso por tráfico de drogas. Foto: Ivan Silva

Ben Hur Giordano Dias Albuquerque, 29 anos, e Marcos Felipe Silva, 23 anos, estavam em um veículo Saveiro, produto de roubo em Goiânia, que estava carregado com a droga. Para tentar despistar a polícia, o carro foi adesivado com o nome de uma empresa de tratores. “Quando eles passaram por uma viatura descaracterizada da Denar, demos início a perseguição. Eles perceberam, abandonaram o carro às margens da rodovia e entraram em um matagal”, contou Sartori. O primeiro a ser capturado foi Ben Hur. Em seguida, a polícia prendeu Marcos Felipe, que acabou sendo baleado na nádega após entrar em luta corporal com um policial.

Ainda segundo informações da polícia, a dupla informou que foi contratada por um homem para trazer a droga para Campo Grande. Metade da droga ficaria com o contratante, enquanto a outra parte da carga ficaria com Ben Hur, que venderia o entorpecente no bairro Nova Lima. Pelo transporte da maconha, a dupla receberia R$ 3 mil e dividiria em partes iguais o dinheiro.

8ef45ba4-5972-4b9f-811d-ee11f694015b
Carro foi adesivado para tentar despistar a polícia. Foto: Ivan Silva

Ben Hur já havia sido preso pela Denar em janeiro de 2015 por tráfico de drogas. Na ocasião, ele foi flagrado no Jardim Noroeste com quase 400 quilos de maconha. Já Marcos possui passagens pela polícia pelos crimes de posse de arma, lesão corporal, violência doméstica e ameaça.

Ben Hur está preso em uma das celas da Denar, e Marcos segue internado na Santa Casa.

 

Comentários

comentários