Polícia prende acusados de explodir caixas eletrônicos em MS e SP

Equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras) participou nesta terça-feira (28) da Operação Banana do Mal, que resultou na prisão de três integrantes de uma quadrilha acusada de explodir caixas eletrônicos em Bataguassu (MS) e em Primavera, distrito de Rosana (SP). Giliard Vinícius de Souza, 27 anos, e Camila Lorandi dos Santos, de 24, foram presos em Londrina (PR). Já Thiago Bonassoli de Melode, 25 anos, foi preso em Maringá (PR).

Presos foram encaminhados para MS e outros integrantes da quadrilha são procurados - Foto: Tiago Apolinário e Jornal da Nova
Presos foram encaminhados para MS e outros integrantes da quadrilha são procurados – Foto: Tiago Apolinário e Jornal da Nova

Os presos foram encaminhados para Mato Grosso do Sul e outros integrantes da quadrilha são procurados.

Foram cumpridos mandados prisão preventiva, busca e apreensão nas cidades paranaenses. Os trabalhos contaram com a participação de policiais civis de Bataguassu, de Primavera, da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Presidente Venceslau (SP), além de agentes civis de Londrina e Maringá.

Explosões

Na madrugada de 31 de março, pelo menos cinco bandidos invadiram duas agências bancárias em Primavera e colocaram bananas de dinamites em caixas eletrônicos. Eles conseguiram explodir equipamentos do Banco do Brasil. Já os dinamites inseridos em caixas do Banco Bradesco falharam.

Lanchonete em Bataguassu ficou destruída com explosão - Imagem: S. Melucci/Rádio Portal News
Lanchonete em Bataguassu ficou destruída com explosão – Imagem: S. Melucci/Rádio Portal News

Na madrugada do dia seguinte, o mesmo bando invadiu o Posto Prudentão, em Bataguassu. Armados com pistolas e armas longas, os criminosos renderam clientes e funcionários da lanchonete e do posto. Em seguida, explodiram dois caixas eletrônicos no local e fugiram com o dinheiro pela BR-267.

Ainda no dia 1º de abril, a Polícia Civil de Primavera encontrou um veículo Renault Cargo, abandonado na área rural de Rosana. Ele teria sido usado pela quadrilha depois de explodir dois caixas eletrônicos em Primavera.

Com informações Nova News

 

Comentários

comentários